João Pessoa
Feed de Notícias

Órgãos do Governo do Estado e PMJP definem estrutura do “Som das Seis”

sexta-feira, 4 de fevereiro de 2011 - 11:23 - Fotos: 
A estrutura da parceria que definiu a transferência do projeto “Som das Seis” do Ponto de Cem Réis para o Espaço Cultural foi discutida nesta semana em reunião com representantes de aproximadamente 20 órgãos do Governo do Estado e da Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP).

Durante a reunião, realizada no Salão Verde do Espaço Cultural, o secretário de Estado da Cultura, Chico César, anunciou a extinção do ‘Seis e Meia’ e a realocação de sua estrutura para o novo projeto. Além disso, o secretário destinou um dos mezaninos para a acomodação de pessoas com deficiência física, idosos e gestantes.

Chico ressaltou ainda a importância da inclusão social nos eventos públicos e destacou a necessidade de uma área para abrigar os vendedores ambulantes. “Esse é um governo de inclusão e nós precisamos garantir que além de vender seus produtos, os ambulantes também assistam aos shows. Eu sou da turma do socialismo utópico e acredito ser possível incluir instruindo e educando”, destacou.

Os interessados em manter carrinhos com bebidas durante os shows do projeto “Som das Seis” devem procurar a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano (Sedurb) para a realização de cadastro. Na área da segurança e trânsito, um pacto firmado entre Corpo de Bombeiros, Polícia Militar, Guarda Municipal e a Superintendência de Transporte e Trânsito (STTrans), pretende garantir um efetivo proporcional ao público presente.

A presidente da Fundação Espaço Cultural (Funesc), Lu Maia, caracterizou a iniciativa como uma proposta de ocupação permanente do equipamento público, que, segundo ela, nos últimos anos serviu apenas para acolher eventos pontuais. Sobre a possibilidade de shows na Praça do Povo ou no Teatro de Arena, a presidente esclareceu que o espaço utilizado será definido de acordo com a estimativa do público esperado em cada edição.

A parceria também aproximou os canais e órgãos de comunicação dos governos municipal e estadual, com a possibilidade de registro e transmissão ao vivo dos shows através da internet, Rádio Tabajara e TV Cidade João Pessoa. O diretor de Redes Sociais e Governo Eletrônico, Xhico Raimerson, afirmou que as experiências recentes apontam que mais de 6 mil pessoas acompanham os eventos realizados na cidade, a exemplo do show do músico Zeca Baleiro, no projeto Estação Nordeste.

A participação da Empresa Municipal de Limpeza Urbana (Emlur) garantirá durante os dias de shows a instalação de coletores de lixo e placas informativas no local. Já a Secretaria Estadual de Meio Ambiente (Sudema) será responsável por aferir e autorizar a sonorização do espaço de acordo com a legislação específica. A produção dos shows continua sob a responsabilidade da Fundação Cultural de João Pessoa (Funjope).

A reunião contou com representantes da Secretaria de Estado da Cultura (Secult), Fundação Espaço Cultural (Funesc), Fundação Cultural de João Pessoa (Funjope), Guarda Municipal, Superintendência de Trânsito de João Pessoa (STTrans), Corpo de Bombeiros, Polícia Militar, Autarquia Municipal de Limpeza Urbana (Emlur), Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano (Sedurb), Empresa Paraibana de Turismo (PBTur), Secretaria de Estado do Turismo (Setur), Secretaria de Estado da Comunicação Institucional (Secom/PB), Secretaria Municipal de Comunicação (Secom/JP), TV Cidade João Pessoa e Rádio Tabajara.