João Pessoa
Feed de Notícias

Órgãos de trânsito fazem ação educativa para conscientizar motoristas

domingo, 20 de novembro de 2011 - 14:42 - Fotos:  Antonio David/Secom-PB

O secretário de Estado de Segurança e Defesa Social, Cláudio Lima, disse que as campanhas educativas de trânsito continuarão a acontecer intensivamente em todo o Estado, assim como ocorre com as fiscalizações para contar excessos e crimes de trânsito. Ele disse que o papel do Estado é incentivar e promover ações educativas para contribuir com a ação repressiva.

O secretário Cláudio Lima participou, na manhã deste domingo (20), em João Pessoa, de uma ação educativa que reuniu vários órgãos de segurança e controle do trânsito. Motoristas que trafegavam que Avenida Epitácio Pessoa foram abordados com adesivagem e panfletagem no cruzamento com a Avenida Nossa Senhora dos Navegantes. A mobilização integra o Dia Mundial em Memória às Vítimas do Trânsito.

Os adesivos com bonecos simbolizando a família foram confeccionados pelo Departamento Nacional de Trânsito (Denatran). Os motoristas também receberam fitas brancas para simbolizar a paz no trânsito. Familiares de vítimas fatais de acidentes também participaram da ação educativa.

Rigor nas fiscalizações – O secretário Cláudio Lima afirmou que a fiscalização continuará em todo o estado e que a “Operação Sossego” apreenderá os veículos com irregularidades, assim como prenderá motoristas e motociclistas infratores. “O problema chegou a uma escalada inaceitável, com muitas mortes e o Brasil precisa repensar essa situação”, destacou, acrescentando que as ações educativas colaboram sim com a conscientização.

O evento deste domingo foi promovido pelo Detran e teve a participação do Batalhão de Policiamento de Trânsito, STTrans, Samu, Polícia Militar, Guarda Municipal, Proativa Cursos, MovPaz, Rotary Club, Serviço Social do Transporte (Seste), Serviço Nacional de Aprendizagem do Transporte (Senat) e OAB, além de familiares de vítimas do trânsito.

A ação educativa teve como objetivo lembrar as vítimas da violência no trânsito com um pedido de paz e justiça, conscientizando a sociedade da necessidade de que cada um faça a sua parte na construção de um trânsito melhor e mais humano.

Parcerias no interior – O superintendente do Detran, Rodrigo Carvalho, revelou que o trabalho que vem sendo desenvolvido em parceria com outros órgãos e com a sociedade civil está se expandindo para cidades do interior da Paraíba. Afirmou que a blitz educativa serve para conscientizar as pessoas fazendo com que cada um reflita sobre a necessidade de uma cultura de paz em ruas e estradas.

Almir Laureano, presidente do Movimento pela Paz, destacou que esta é uma caminhada permanente promovendo a paz no trânsito e em nome da vida.

O taxista Antonio José dos Santos agradeceu pela iniciativa da campanha que vai fortalecendo no dia-a-dia a consciência das pessoas. O advogado e especialista em educação no trânsito, Samuel Aragão, representou a OAB no evento. Ele preside a Comissão de Educação de Trânsito criada recentemente pela entidade. Aragão lembrou que em1910 aOrganização das Nações Unidas (ONU), representada à época por 176 países, aprovou um pacto pela paz no trânsito.

Nina Ramalho, filha, sobrinha e prima de três vítimas fatais da violência no trânsito, participou da mobilização e disse que as ações educativas contribuem com a conscientização, apesar de ainda ser grande o número de pessoas irresponsáveis ao volante ou pilotando motos.

O pai, o tio e um primo de Nina perderem a vida em um cruzamento da Avenida Epitácio Pessoa. Em 6 de maio de 2007, um motorista avançou o sinal a142 quilômetrospor hora. Há cerca de três anos o causador das três mortes está foragido.

Rosângela Soares, irmã do músico Ronaldo Soares, 19 anos, morto no trânsito há quatro meses, também esteve colaborando com a campanha. A mesma atitude teve Vanessa Morais, que em 2009 perdeu sua irmã Rafaela, 16 anos, atropeladaem João Pessoapor um motoqueiro sem habilitação e com a moto sem emplacamento.

O pastor evangélico, Clovis Sérgio, no início dos trabalhos pediu que todos rezassem o Pai Nosso e em seguida participou das atividades.

O Dia Mundial em Memória às Vítimas do Trânsito foi estabelecido em outubro de 2005, durante assembléia geral da ONU, que decidiu que a data seria lembrada sempre no terceiro domingo do mês de novembro.

Em 2 de março de2010, aONU proclamou oficialmente o período de2011 a2020 como a Década Mundial de Ação pela Segurança no Trânsito, com o objetivo de estimular esforços em todo o mundo para conter e reverter a tendência crescente de fatalidades e ferimentos graves em acidentes no trânsito, e incluiu o Dia Mundial em Memória às Vítimas do Trânsito no calendário das atividades.

Às 17h deste domingo será celebrada uma missa na Igreja Menino Jesus de Praga, no Conjunto dos Bancários, na capital.