Fale Conosco

15 de maio de 2012

Operações policiais reduzem homicídios na região de Catolé do Rocha



catoledorochaA região de Catolé do Rocha, no Sertão paraibano, que envolve dez municípios, apresentou uma diminuição de 46% no número de Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLI) no primeiro trimestre de 2012, em relação ao mesmo período do ano passado. O dado positivo, de acordo com o delegado da 8ª regional, Marcos Vinícius Azevedo, é consequência, principalmente, da realização das operações Laços de Sangue I e II e Resgate, que aconteceram entre os meses de setembro do ano anterior e janeiro deste ano.   

No primeiro trimestre de 2012, foram registrados sete casos de CVLI nos dez municípios que compõem a região, enquanto nos mesmos três meses do ano passado foram 13. Em Belém do Brejo do Cruz, Jericó, Bom Sucesso, Mato Grosso, Riacho dos Cavalos e São José do Brejo do Cruz não aconteceu nenhum homicídio este ano. Em Brejo do Cruz e Brejo dos Santos aconteceram dois crimes dessa natureza.

Para combater a criminalidade na área, a polícia da Paraíba voltou as atenções no ano passado para a cidade de Catolé do Rocha, situada a 411 km de João Pessoa, que vinha registrando altos índices de homicídios relacionados principalmente a uma rixa de famílias que durava décadas. Depois da realização das operações de grande porte, a polícia conseguiu uma redução de 66% no número de CVLI no município que no primeiro trimestre deste ano teve dois homicídios, enquanto de janeiro a março de 2011 somou seis.

“Na cidade havia um problema histórico entre as famílias Veras, Oliveira e Suassuna, que teriam cometido pelo menos 64 homicídios ao longo de 20 anos na região”, lembra o delegado municipal, Homero Perazzo Filho. Durante as operações Laços de Sangue I e II, 21 membros dos clãs foram presos. Em janeiro deste ano, por sua vez, durante a operação Resgate foram cumpridos 24 mandados de prisão. Também foram apreendidas 31 armas, 41 pedras de crack e R$ 100 mil em dinheiro.

Com o objetivo de reduzir ainda mais o número de CVLI na região, este ano o foco das ações policiais será o município de São Bento, localizado a 375 km de João Pessoa. “Nosso trabalho será intensificado na cidade que teve cinco homicídios no primeiro trimestre”, revela o delegado regional. De acordo com Marcos Azevedo, diferente de Catolé do Rocha, onde os homicídios estavam relacionados principalmente à prática de pistolagem (crime por encomenda), em São Bento os crimes com morte estão ligados ao tráfico de drogas.