Fale Conosco

6 de outubro de 2012

Operação Voto Seguro garante tranquilidade das eleições na PB



A operação Voto Seguro da Polícia Militar da Paraíba (PMPB) vem garantindo a tranquilidade dos dias que antecedem o primeiro turno das eleições. Desde a última terça-feira (2), quando a operação foi iniciada e o policiamento começou a ser reforçado em todo o Estado, poucas ocorrências eleitorais foram registradas.

De acordo com o comandante geral da PM, coronel Euller Chaves, há uma onda de denuncismo, mas não foram constatados fatos que maculem o pleito. “Houve algumas constatações isoladas, como em Araruna, com doação de tijolos, e São João do Rio do Peixe, de cestas básicas. Porém, a proatividade e a rapidez na resposta da polícia impediram a continuidade dessas ações ilegais”, garantiu.

O comandante esteve pessoalmente, de sexta-feira (5) até a madrugada deste sábado (6), em diversas cidades da Zona da Mata, Agreste e Brejo Paraibano, constatando ‘in loco’ a tranquilidade com que ocorre o processo eleitoral, sobretudo após o início da operação Voto Seguro.

Em Araruna, que fica a 219 quilômetros da Capital, o juiz eleitoral da cidade, Ricardo Brito, elogiou o trabalho policial e disse que em todos os anos de sua magistratura foi a primeira vez que recebeu a visita de um comandante geral. Ele afirmou, ainda, que não solicitou o envio de tropas federais à cidade por confiar na ação da Polícia Militar da Paraíba.

Durante este fim de semana, o coordenador do Estado Maior Estratégico, coronel Marcos Carvalho, e o subcomandante geral da PM, Francisco de Assis Castro, também estão supervisionando e ajudando os oficiais responsáveis pela operação Voto Seguro em todo o Estado.

Ao todo, mais de 8.500 militares foram designados para reforçar a segurança nas eleições, além de 1.300 agentes da Polícia Civil. Nestas eleições, a PM inovou e desenvolveu um sistema que permite o acompanhamento dos delitos em tempo real. Também foi lançada uma Cartilha de Procedimento Operacional, que simula 23 situações hipotéticas que o militar pode encontrar durante o pleito e orienta sobre os procedimentos de intervenção a serem adotados.

Em números – Na Paraíba, conformes dados do TRE já contido no sistema da intranet da PM, são 2.865.819 eleitores nos 223 municípios. Os maiores colégios eleitores são João Pessoa (com 480.237 eleitores) e Campina Grande (com 280.207 eleitores), sendo estas também as cidades que receberam maior emprego do efetivo. A Capital conta com o trabalho de 1.690 policiais, enquanto Campina tem 992 militares fazendo a segurança nessas eleições.