Fale Conosco

4 de julho de 2012

Operação Perseu II transfere nove presos para presídio federal



Nove presos do regime fechado que cumpriam pena na Penitenciária de Segurança Máxima PB1, em João Pessoa, foram transferidos, nesta quarta-feira (4), para a Penitenciária Federal de Mossoró, no Rio Grande do Norte. A operação, denominada Perseu II, foi organizada pela Gerência Executiva do Sistema Penitenciário – Gesipe da Secretaria de Administração Penitenciária (Seap) e teve o apoio da Polícia Militar e da Polícia Rodoviária Federal.

A ação teve como objetivo desarticular facções criminosas que atuam na Paraíba. Na operação, a Polícia Rodoviária Federal utilizou um helicóptero para garantir a segurança do trajeto.

De acordo com o secretário da Administração Penitenciária, coronel Washington França, a transferência não se dá por incapacidade do Estado em manter os indivíduos detidos, mas sim por se tratar de criminosos que transcenderam os limites territoriais do Estado da Paraíba nas suas ações e são considerados de alta periculosidade.

Confira a lista dos transferidos do PB1 para Mossoró.

FLÁVIO DE LIMA MONTEIRO – “Fatoca” Responde por tráfico em João Pessoa e Cabedelo
 

HELDER GUIMARÃES RAMOS “HELDER”

 

Responde a processos por tráfico e roubo em João Pessoa,

Cabedelo, Pombal

 

FRANCINALDO BARBOSA DE OLIVEIRA “Vaqueirinho

 

Responde a processos por tráfico em João Pessoa

GILSON MARQUES MENDES MADUREIRA – “Gilson Beira Mar” Responde a processos por tráfico em Campina

Grande e processo na Operação Hidra em Patos

 

MARCOS VINICIUS PADILHA – “Marcos Padilha”

 

Responde a processos por tráfico, homicídio

e roubo em João Pessoa

 

OSMANO CANUTO DE ARAUJO – “Cavanhaque”

 

Responde a processos por tráfico em João Pessoa

Sucessor da “Okaida” e braço direito de Pinino e Fão.

 

RONALDO ADRIANO DA SILVA SOARES – “He-Man”

 

Responde a processos por tráfico e homicídio

em João Pessoa e Santa Rita

 

ROBSON MACHADO DE LIMA – “Rô ou Psicopata”

 

Responde a processos por tráfico e homicídios em JP.

 

SEVERINO JOSÉ LEITE – “Coroa Boy”

 

Responde a processos por tráfico em João Pessoa