João Pessoa
Feed de Notícias

Operação Lei seca realiza mais de 7 mil testes de bafômetro em 2014

quinta-feira, 6 de fevereiro de 2014 - 09:43 - Fotos:  Roberto Guedes/Secom-PB

As blitzes pela Operação Lei Seca promovidas em todas as regiões da Paraíba já ultrapassaram a marca dos 7 mil testes de bafômetro realizados só em 2014. Durante os procedimentos registrados até o momento, as autoridades responsáveis flagraram 314 motoristas dirigindo alcoolizados, entre eles, 23 foram presos por ultrapassar o limite de 0,34mg/l de álcool por litro de ar exalado.

As ações executada por agentes do Departamento Estadual de Trânsito (Detran-PB), em conjunto com o Batalhão de Policiamento de Trânsito (BPTran), foram intensificadas desde julho do ano passado com o reforço dos 60 novos agentes de trânsito aprovados no primeiro concurso da história do Detran-PB. De acordo com o superintendente do Detran-PB, Rodrigo Carvalho, esse fatores foram essenciais para tornar a Paraíba pioneira na realização diária de blitz.

Houve um crescimento exponencial da atuação da Operação em toda a Paraíba, principalmente após a ampliação do nosso efetivo, pois nós conseguimos implantar um cronograma de fiscalizações diárias na Capital e em Campina Grande. Em outras regiões, nós também estamos intensificando esse trabalho, sempre com um cuidado maior em períodos de festividades e eventos específicos, onde geralmente ocorre uma grande concentração de pessoas e também o aumento no consumo de álcool”, destacou o superintendente.

A equipe de educação de trânsito do órgão também tem atuado em conjunto com os agentes, buscando conscientizar condutores e familiares durante as abordagens, com uma preocupação maior em períodos que antecedem atividades populares de maior proporção. Além do trabalho de repressão, essas ações educativas têm sido fundamentais para o cumprimento das legislações em todas as regiões do Estado.

Em 2013, o Governo do Estado ainda adquiriu 20 novas viaturas, 37 etilômetros, além de ampliar a quantidade de equipamentos de segurança utilizados nas fiscalizações. Essas melhorias tem o objetivo de criar a médio e longo prazo uma consciência para questão do álcool e direção, da mesma maneira que aconteceu com o uso do cinto de segurança.

O conjunto de atividades integradas tem sido essencial para que no futuro possamos alcançar a consciência coletiva da população. Somente com essas ações da operação lei seca já conseguimos diminuir o número de internações de vítimas de acidentes nos Hospitais de Trauma, principalmente dos condutores de carros. Esse trabalho também precisa de apoio da sociedade e das entidades não governamentais para que efetivamente se avance numa cultura de paz no trânsito”, finalizou Rodrigo Carvalho.

Desde a criação, em setembro de 2012, a operação já contabiliza 47.611 testes de bafômetro, com 3.454 flagrantes e 417 prisões em todo Estado. 

Nível de álcool – O motorista que for detectado com o volume entre 0,05 e 0,33 miligramas de álcool por litro de ar exalado, irá responder um procedimento administrativo com multa de R$ 1.915,40 e com o registro de sete pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH), que também será apreendida. Um parente habilitado será chamado ao local para a retirada do carro. O condutor que se recusar a passar pelo procedimento irá sofrer a mesma penalidade.

Caso o resultado seja superior a 0,34mg/l, o condutor será encaminhado para a delegacia, onde será lavrada a prisão em flagrante e estipulada uma fiança para a soltura. Se o condutor se negar a fazer o teste do bafômetro e os agentes perceberem que ele não tem condições de dirigir, o procedimento também deverá ser igual ao flagrante por consumo superior a 0,34mg/l.