Fale Conosco

7 de setembro de 2012

Operação Independência prende acusados de homicídios em Mari



Policiais civis de Mari, do Grupo Tático Especial (GTE) da região, e militares do 8º Batalhão da Polícia Militar realizaram na manhã desta sexta-feira (7) a “Operação Independência”, que resultou na prisão de quatro pessoas e na apreensão de quatro armas de fogo durante o cumprimento de mandados de busca e apreensão na cidade. Entre os acusados está Eronides Barbosa Ricardo, 20 anos, conhecido por Malvado, que confessou a participação em pelo menos 13 homicídios.

Entre eles, de acordo com a polícia, está o esquartejamento de dois irmãos, ocorrido no dia 21 de julho.  Foram presos também Wellington Augusto Alvino, 20 anos, o “Chapolin”; Paulo de Oliveira Silva, 19, conhecido por “Paulino”; e Wanderlei Barbosa Ribeiro, 24 anos, o “Cavernagem”.  Todos foram autuados em flagrante. Entre as armas de fogo apreendidas estão três revólveres calibre 38 e uma pistola 380, todas municiadas.

De acordo com o delegado titular de Mari, Reinaldo Nóbrega, que comandou a operação, “enquanto ‘Malvado’ era um dos principais responsáveis pelas execuções, ‘Paulino’ guardava as armas. Já o ‘Chapolin’ deu abrigo a ‘Malvado’ no momento da prisão”.

Para o delegado Hugo Barreto, responsável pela 10ª Delegacia Regional de Polícia, sediada em Itabaiana, o principal objetivo da operação foi cumprido, pois as polícias, de forma integrada, conseguiram reestabelecer a paz na cidade, já que os presos eram membros de uma facção responsável por 20 crimes  na região.