Fale Conosco

12 de fevereiro de 2010

Operação devolve presos de alta periculosidade para RN



Três presos de alta periculosidade que se encontravam nos presídios do estado da Paraíba foram removidos para a Penitenciária Federal de Mossoró, no Rio Grande do Norte. A operação realizada pela Polícia Federal, em ação conjunta com a Secretaria de Cidadania e Administração Penitenciária, foi realizada na manhã desta sexta-feira (12).

Sob forte escolta do Departamento Penitenciário Nacional, os apenados Almir José da Costa, Ricardo Campelo da Silva e Rogério Dias Sabino partiram da Superintendência Regional do Departamento de Polícia Federal da Paraíba, em camburões da PF, com destino ao estado onde originalmente respondem processo.

Segundo o gerente Executivo de Administração Penitenciária da Paraíba, Ivonilton Coriolano, os presos transferidos são altamente perigosos, responsáveis por inúmeras tentativas de fuga e rebeliões nos presídios do Rio Grande Norte.

“Eles estavam sob a guarda da Administração Penitenciária de nosso Estado, a pedido do secretário de Justiça e Cidadania do Rio Grande do Norte, Leonardo Arruda Câmara, que solicitou a remoção a Justiça, como forma de coibir as ações articuladas desses líderes dentro dos presídios onde se encontravam”, disse Coriolano. 

Ainda segundo o Ivonilton Coriolano, “a existência de organizações criminosas atuando dentro do sistema é uma das principais motivações para a retirada imediata deste grupo de presos”.

Durante todo esse tempo eles foram mantidos em presídios separados, para evitar que se reunissem para organizar novos grupos criminosos dentro da Paraíba.

“Com a conclusão da Penitenciária Federal de Mossoró, que é de segurança máxima e feita com a mais moderna tecnologia de engenharia e segurança, conforme exigências da lei de execução penal, presos como esses estarão em um local apropriado”, concluiu o gerente.

Angélica Nunes, da Assessoria da Secap