João Pessoa
Feed de Notícias

ONG Guajiru inaugura quiosque no Centro Turístico de Tambaú com apoio da PBTur 

sexta-feira, 19 de dezembro de 2014 - 18:15 - Fotos: 

A Organização Não Governamental (ONG) Guajiru inaugurou nesta sexta-feira (19) um quiosque no Centro Turístico de Tambaú, em João Pessoa, para venda de souvenir, camisetas e bolsas alusivas ao projeto ‘Tartarugas Urbanas’. O projeto busca preservar tartarugas em uma área de 7 km de praias entre o Bessa, na capital paraibana, e Ponta de Campina, em Cabedelo. O quiosque foi viabilizado por meio de uma parceria com a Empresa Paraibana de Turismo (PBTur) e a Rede de Hotéis Verdegreen, que vai financiar a ação.

A Guajiru completa em 2015 treze anos no trabalho de preservação de tartarugas, e a venda dos produtos no quiosque será fundamental para conseguir recursos financeiros para manter o funcionamento da ONG, que conta atualmente com 16 voluntários. Os preços dos produtos colocados à venda variam de R$ 5 (imã de geladeira) a R$ 35 (camiseta adulta). Há ainda agendas, bloquinhos de notas, canetas e chaveiros. O quiosque vai funcionar das 16h às 20h todos os dias.
Rita Mascarenhas, bióloga e coordenadora da ONG, disse que o local é ideal para a venda desses produtos, tendo em vista o grande fluxo de turistas e de pessoas que residem na cidade. Além de comercializar os produtos, a coordenadora destacou que a divulgação do projeto é fundamental para uma maior conscientização da sociedade em relação à preservação das tartarugas, mas, sobretudo, do meio ambiente. “A parceria dará condições para que sustentemos a ONG”, enfatizou a bióloga. 

Roteiro – A presidente da PBTur, Ruth Avelino, disse que, além da preservação ambiental, a área onde estão os ninhos das tartarugas passaram a ser um ponto turístico explorado pelos visitantes. “Sem dúvida, os ninhos são uma curiosidade para a maioria das pessoas que vem acompanhar o nascimento das tartarugas, no processo de abertura e soltura das espécies, e também ficam conhecendo o trabalho importantíssimo da Guajiru, que passará a ter uma fonte de renda para se manter”, afirmou a executiva.

O assistente de sustentabilidade do Hotel Verdegreen, Rafael Santos, confirmou que o empreendimento hoteleiro leva seus hóspedes para conhecer a área e o projeto. A parceria com a ONG, segundo ele, tem como objetivo tornar a Guajiru auto-sustentável. “O contrato inicial é para que a ONG dê os primeiros passos rumo a se auto-sustentar, mas iremos avaliar a possível prorrogação da parceria. O quiosque é uma alternativa eficaz para conseguir recursos”, disse Santos.

Primeira venda – A empresária Fabíola Fernandes, que tem uma lojinha no Centro Turístico de Tambaú, foi a personagem da primeira venda do quiosque. Ela comprou uma camiseta com a logomarca do Projeto ‘Tartarugas Urbanas’ e pagou R$ 35 pela peça. “Comprei porque gostei do produto e porque o preço está bastante acessível”, disse. Já Paulo Mendes, turista de São Paulo, afirmou que não conhecia o projeto e destacou a importância do quiosque, pela venda dos produtos e pela divulgação do trabalho realizado pela ONG. “A gente passa a conhecer essas ações, que são belíssimas”, destacou o turista.

Projeto – O ‘Tartarugas Urbanas’ é um projeto desenvolvido em uma área de 7 km de praias. Na extensão dessa área são criados 120 ninhos por ano, que resultam no nascimento de 12 mil tartaruguinhas, que são levadas ao mar. A temporada de fecundação ocorre entre outubro e julho. Atualmente, segundo Rita Mascarenhas, existem 5 ninhos e todos são cercados e demarcados, mas não impede a visitação das pessoas. A bióloga afirmou que as pessoas estão mais conscientes e que são raras as violações dos ninhos.