Fale Conosco

18 de agosto de 2015

Oficinas, lançamentos e palestras marcam programação do Agosto das Letras nesta terça e quarta



Com palestras, feira de livreiros, oficinas, lançamentos de livros e de quadrinhos o projeto Agosto das Letras segue até sexta-feira (21), no Espaço Cultural José Lins do Rego. Entre atividades desta terça-feira (18) estão a oficina Biblioterapia, com Marília Mesquita, pela manhã. À tarde, o destaque da programação é a reabertura do Espaço Infantil da Biblioteca Juarez da Gama Batista, às 15h, com a presença da contadora de histórias Manu Coutinho.

A programação desta terça-feira inclui lançamentos simultâneos dos livros: “A Ditadura na Paraíba”, de Gilvan de Brito; Fotobiografia de José Américo, de Socorro Aragão, Neide Medeiros, Ana Isabel S. Leão. Destaque também para lançamentos dos quadrinhos “Augusto dos Anjos”, de Jairo Cézar e Luyse Costa; “Pedro Américo”, de Bruno Gaudêncio e Flaw Mendes; “Epitácio Pessoa”, de Neide Medeiros e Izaac Brito, “José Lins do Rego”, de Iranilson Burity e Megaron Xavier e “Ariano Suassuna”, de Bruno Gaudêncio e Megaron Xavier. A atividade acontece no mezanino 2, a partir das 19h.

Outra atração da Semana Literária é a roda de diálogo “Conversando sobre Zé Lins”, que acontece de terça (18) a sexta-feira (21), sempre das 9h às 12h, no museu que leva o nome do autor de “Menino de Engenho”. Diariamente, sempre a partir das 15h, acontece a Feira de Livreiros, no mezanino 2 do Espaço Cultural.

De acordo com Tatiana Cavalcante, coordenadora da ação, o Agosto das Letras pretende incentivar a aproximação da população ao conteúdo literário. “Por meio da leitura, contação de histórias, troca de livros e divulgação da produção dos escritores paraibanos, queremos estimular o consumo da literatura e ajudar a despertar nas pessoas, desde crianças a adultos, o interesse por essa arte que proporciona prazer e conhecimento”.

Quarta-feira – Além das atividades diárias, a programação da quarta-feira traz a oficina “A Objetividade dos objetos: procedimentos criativos para contar história”, com Heráclito Cardoso, no auditório 2. Na quarta (19) e quinta-feira (20), o escritor e cordelista Arievaldo Viana ministra a oficina “A corda cordel em sala de aula”, das 9h às 12h, na arena da Estação Ciência do Espaço Cultural. No mesmo horário, no auditório 1, Frederico Barbosa encerra a oficina “Som e imagem na poesia: como impactar com as palavras”. À tarde, a partir das 15h, as crianças experimentam o Momento Artes Visuais com Maurise Quaresma no Espaço Infantil da Biblioteca Juarez da Gama Batista. No mesmo horário, o grupo Sala Verde realiza uma contação de história no Teatro de Arena.

À noite, são lançados os livros “São Salabaussírio”, de Archidy Picado Filho; “A tragédia do Major Luís G. de Oliveira”, de Linalda de Arruda Melo; “Encontros e desencontros”, de Marisa Alverga; “Receitas de como se tornar um bom escritor”, de Linaldo Guedes; “Nunca me esqueça”, de Lara Corrêa; “Paixão segundo o metrópole”, de José Bezerra Filho e “Guarabira: missão, vila e cidade”, de Nonato Nunes. Os lançamentos são simultâneos e acontecem no mezanino 2, mesmo local reservado à Feira de Livreiros, às 19h. Logo após, às 19h30, Arievaldo Viana profere a palestra sobre Leandro Gomes de Barros no auditório 1.

Seminário Estadual de Bibliotecas Públicas e Escolares – Nos dias 20 e 21 de agosto é realizado o Seminário Estadual de Bibliotecas Públicas e Escolares, que discute a ação desses equipamentos culturais no Estado. A abertura ocorre no auditório da Escola de Música Anthenor Navarro, às 19h, com a apresentação do grupo de trabalho para o Plano do Livro, Leitura, Literatura e Bibliotecas do Estado da Paraíba, formatado pelo Sistema Estadual de Bibliotecas Públicas do Estado da Paraíba. Autoridades da educação e cultura do Estado participam do evento. Em seguida, às 20h, o escritor Frederico Barbosa profere palestra com o tema “Por que ler? E como bibliotecas podem estimular a leitura”.

Na sexta-feira (21), duas mesas de discussão ocorrem dentro da programação. A primeira, às 14h, discute a atuação das Bibliotecas Públicas na Paraíba. A segunda ocorre às 18h e discute a lei federal 12.244/10, que determina que até 2020 todas as escolas públicas devem ter bibliotecas e um profissional bibliotecário trabalhando no local, em substituição às salas de leitura.  Os participantes conversam sobre o tema e propõem caminhos para tornar possível a aplicação da lei nas escolas da Paraíba.

As inscrições online para o seminário foram encerradas na sexta-feira, mas vagas remanescentes podem ser preenchidas na hora do evento. Os certificados de participação serão entregues ao final do evento. A programação completa do Agosto das Letras e formulários de inscrição estão disponíveis no site: agostodasletras.tumblr.com.

Agosto das Letras – A Fundação Espaço Cultural da Paraíba (Funesc) realiza o projeto “Agosto das Letras” de 14 a 21 de agosto. São oficinas, palestras, feiras, lançamentos de livros, mesas redondas, entre outras atividades de interação com público, escritores e editoras, voltadas aos variados segmentos da área.

Três atividades formam o evento: o 1º Encontro Regional Sobre Histórias em Quadrinhos, o Quadrinhos Intuados, que aconteceu de 14 a 16, na Gibiteca e auditórios; a Semana Literária, que teve início na segunda-feira, com a abertura da Feira de Livreiros, performance poética da atriz Suzy Lopes, contação de história com Dany Danielle, lançamento dos livros “Palimpsexto: uma pauta aberta” e “Vou por aí”, de Hildeberto Barbosa Filho; “Paraíba por si mesma”, de José Octávio de Arruda Mello; exibição do documentário “Horácio de Almeida”, de Alex Santos, além do início da oficina de Frederico Barbosa.