Fale Conosco

18 de março de 2014

Oficina discute plano de combate às doenças diarreicas na Paraíba



O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado da Saúde (SES), em parceria com o Ministério da Saúde, realiza, nesta sexta-feira (21), em João Pessoa, a oficina para construção do plano de combate aos surtos de Doença Diarreica Aguda (DDA) nos estados do Semiárido nordestino. O evento, voltado aos gestores municipais, tem o objetivo de discutir, junto aos municípios, um plano de ação conjunto para enfrentamento das doenças.

De acordo com a gerente Operacional de Vigilância Epidemiológica da SES, Bernadete Moreira, a proposta de discutir com os municípios partiu do Ministério da Saúde. “No ano passado, o Ministério já havia realizado um evento em nível nacional e, a partir deste ano, eles estão indo até os estados para que possa ser feita essa discussão com os municípios, uma vez que as doenças diarreicas vêm acometendo diversas localidades do Nordeste, por causa da ausência da água adequada para o consumo humano”, disse.

Participam da abertura do evento, o secretário de Estado da Saúde, Waldson Souza, além de representantes do Conselho de Secretarias Municipais do Saúde (Cosems), do Conselho Estadual da Saúde e do próprio Ministério da Saúde. Durante o período da manhã, serão realizadas mesas redondas com os gestores da saúde. Já no período da tarde, os participantes se dividirão em dois grupos para a discussão de assuntos voltados ao tema principal. Em seguida, será realizada uma plenária sobre a construção do Plano de Apoio para o enfrentamento dos surtos de DDA.

Segundo Bernadete Moreira, a SES, junto com o Ministério da Saúde, quer trabalhar com os gestores municipais para sensibilizá-los sobre as responsabilidades, entre elas, o monitoramento e a fiscalização da água ofertada. “A gente quer fazer um chamamento para todos os municípios do estado, para que eles se façam presentes na oficina, pois estaremos trabalhando nas três esferas, no sentido de ver quais ações podem ser disponibilizadas para enfrentar essa situação”, explicou a gerente.

Clique aqui e confira a programação