Fale Conosco

8 de agosto de 2013

OD Estadual realiza segundo dia do Planejamento Democrático



O segundo dia do Planejamento Democrático reuniu, durante esta quinta-feira (8), os conselheiros regionais e estaduais, secretários e diretores da administração indireta, do Governo do Estado que dialogaram sobre as prioridades apontadas nas audiências públicas regionais ligadas às áreas da Educação, dos Recursos Hídricos, das Estradas e da Cultura. A segunda etapa do Orçamento Democrático Estadual está sendo realizada na Escola do Serviço Público do Estado (Espep), localizada em Mangabeira, na capital.

A metodologia desta etapa se dá após o processo de escolha, pelas populações das 14 regiões geoadministrativas, das obras, ações e serviços que cada morador pontuou como prioridade de investimento para a sua região.

O Subsecretário do Orçamento Democrático, Hélio Barbosa, destacou que este segundo dia do Planejamento, assim como o primeiro, foi de extrema relevância para fortalecimento da democracia participativa no Estado. “É perceptível que os conselheiros estão entusiasmados com o que foi dialogado durante esses dias, haja vista que ter a oportunidade de interagir diretamente com os secretários e dirigentes de órgãos da administração indireta do Governo do Estado é uma realidade que antes de 2011 era algo muito raro”, afirmou.

Para o conselheiro Maxwell Vieira, o Orçamento Democrático é um sonho de transformação da Paraíba. “Hoje o Orçamento Democrático é do povo e para o povo. Nós conselheiros trabalhamos incansavelmente e, agora, estamos vendo os frutos do nosso trabalho”, comentou.

Educação – As regiões que dialogaram sobre a educação com a secretária Márcia Lucena foram aquelas polarizadas pelas por João Pessoa, Guarabira, Campina Grande, Cuité, Monteiro, Itaporanga, Catolé do Rocha, Cajazeiras, Sousa, Itabaiana, Pombal e Mamanguape.

Recursos Hídricos – Este eixo foi discutido entre os conselheiros das regiões de Guarabira, Campina Grande, Monteiro, Itaporanga, Itabaiana, Pombal, Mamanguape, Cuité, Patos, Princesa Isabel e Catolé do Rocha com o secretário dos Recursos Hídricos, do Meio Ambiente e da Ciência e Tecnologia, João Azevedo, e o presidente da Cagepa, Deusdete Queiroga.

Ambos trataram sobre o sistema de distribuição de abastecimento de água na Paraíba e informaram como as obras deste porte são realizadas no Estado.

O Governo do Estado está desenvolvendo uma série de projetos para a melhoria da distribuição da água. O Canal de Acauã, Adutora do Congo, o Plano Estadual de Combate à Desertificação, a construção da Adutora de Aroeira, a Barragem de Jandaia, a recuperação do Canal da Redenção, a construção da Barragem do Retiro, a Adutora da nova Camará e do Riacho dos Cavalos são apenas algumas obras em andamento ou em processo de licitação”, informou o secretario João Azevedo.

O presidente da Cagepa, Deusdete Queiroga, falou da importância dada pelo governador Ricardo Coutinho para com as demandas do Orçamento Democrático Estadual. “Essa é uma prioridade do Governo e nós estamos trabalhando para atender o que for possível. As principais demandas deste ciclo serão avaliadas e atendidas de acordo com a realidade geográfica e orçamentária”, disse.

Estradas e Rodagens – Os conselheiros das regiões de Guarabira, Campina Grande, Monteiro, Patos, Cajazeiras, Princesa Isabel, Itabaiana e Pombal discutiram as prioridades com o diretor superintendente do Departamento de Estradas e Rodagens (DER), Carlos Pereira, que tratou das obras em andamento no estado.

Este Governo está construindo o maior programa rodoviário da história da Paraíba. Sabemos que ainda existe muito a fazer. O Orçamento Democrático tem o seu papel e o Governo estará atendendo reivindicações de grande parte das regiões”, confirmou.

Cultura – O secretário de Estado da Cultura, Chico Cesar, ouviu as demandas priorizadas pelas regiões de Sousa e Itabaiana e pontuou o que o Governo tem projetado para avançar na cultura. “Primeiramente é importante dar relevância aos conselheiros e à população destas duas regiões que demandaram a cultura como prioridade de investimentos. E com relação às prioridades reivindicadas estaremos atendendo de acordo com o orçamento, como por exemplo, a efetivação do Centro de Cultura para a região de Itabaiana”, informou.

A programação do Planejamento Democrático se encerra nesta sexta-feira (9), com a avaliação do que foi discutido durante os dois dias de atividade.