João Pessoa
Feed de Notícias

Governo leva obras de saneamento para 90% dos campinenses

terça-feira, 11 de outubro de 2011 - 17:05 - Fotos: 

Governador durante assinatura de autorização de licitação em Campina. Foto: Claudio Goes/Secom-PB

O Governo do Estado está investindo mais de R$ 40 milhões em obras de saneamento básico para Campina Grande. Durante a programação de 147 anos de emancipação política do município, o governador Ricardo Coutinho autorizou a abertura de licitação para o esgotamento sanitário dos bairros Jardim Tavares e Cruzeiro. Somados aos investimentos em abastecimento de água, o Governo vai garantir saneamento para 90% dos campinenses. Está em andamento no município, a construção do sistema adutor de São José, que inclui estações de tratamento e elevatória – no valor aproximado de R$ 35 milhões, cujas obras estavam travadas.

O governador assinou a autorização de licitação para esgotamento sanitário dos bairros Jardim Tavares e do Cruzeiro, no valor aproximado de R$ 5,5 milhões para rede coletora. O conjunto de obras sanitárias inclui também a Adutora São José, avaliada em R$ 29 milhões, uma estação de tratamento (R$ 2 milhões) e estação elevatória (R$ 4 milhões). De acordo com o presidente da Cagepa, Deusdete Queiroga, “a prioridade do Governo é de, até 2014, deixar Campina Grande 100% saneada”.

A construção da Adutora São José beneficiará diretamente cerca de 500 mil pessoas. A adutora vai levar água da estação de Gravatá, em Queimadas, para o reservatório Santa Rosa, em Campina. O serviço faz parte do Plano de Aceleração do Crescimento (PAC) e conta com investimento proveniente da Caixa Econômica Federal e do Governo do Estado.

No período da tarde, Ricardo autorizou abertura de licitação para o projeto de reforma total da Escola de Áudio-Comunicação Demóstenes Cunha Lima (no valor de R$ 1,8 milhão).

Ele também assinou a ordem de serviço para reforma e ampliação da Escola Hortêncio Ribeiro (no valor de R$ 386 mil); anunciou a reforma do Cine São José (no valor de R$ 1,8 milhão), e também lançou o projeto para o novo Núcleo de Medicina e Odontologia Legal (no valor de R$ 3,5 milhões); o projeto para Urbanização do Açude de Bodocongó (no valor de R$ 10 milhões), e o projeto para a obra de ligação viária entre a Avenida Almeida Barreto e a Avenida Floriano Peixoto.