João Pessoa
Feed de Notícias

Obras de esgotamento sanitário do Cidade Verde, na Capital, são iniciadas

segunda-feira, 29 de outubro de 2012 - 15:30 - Fotos:  Kleide Teixeira / Secom-PB

As obras de esgotamento sanitário no conjunto Cidade Verde, localizado na zona Sul de João Pessoa, foram iniciadas pelo governo do Estado. Orçada em R$ 24 milhões a obra vai beneficiar 8.259 domicílios e tem previsão de que seja concluída em 18 meses.

O presidente da Cagepa, Deusdete Queiroga, ressalta que a obra  vai beneficiar vários bairros da zona Sul. “Essa obra é de extrema importância para toda aquela região e os recursos são próprios do Estado e vamos conversar com a construtora para que esse prazo seja reduzido”, disse. Deusdete explicou que as obras consistem na implantação de 64.609m de rede coletora, 3.011m de interceptores, 3.559m de emissários, além da construção de duas estações elevatórias, que bombearão os esgotos para a estação de tratamento, localizada em Mangabeira.

A Ordem de Serviço da obra foi assinada pelo governador Ricardo Coutinho no dia 22 da semana passada e beneficiará os conjuntos Cidade Verde, Patrícia Tomaz, Aspom e Projeto Mariz, em Mangabeira VIII. O Governo do Estado espera alcançar o índice de 84% de saneamento da cidade de João Pessoa. A cobertura hoje é de 66,41%.

Beneficiários - A dona de casa Karla Kelly, mora no Cidade Verde há 12 anos e a expectativa é de que haja uma melhora na qualidade de vida dos moradores. “Agora teremos mais qualidade de vida, graças a Deus. Eu não via a hora disso acontecer. A gente ficava ilhada aqui”, declarou. A senhora Vandete também ficou contente quando abriu a porta hoje e viu as máquinas e os operários trabalhando  na sua rua. “É uma boa notícia porque aqui quando chove tem muita lama e no verão muita poeira”, disse.

O motorista José Carlos de Lima, mora na rua comerciante José Cândido dos Santos há mais de 10 anos, e junto com vizinhos vinha reivindicando o esgotamento sanitário do Cidade Verde durante todo esse tempo. José Carlos participou, inclusive, de várias mobilizações cobrando as obras.

“Com certeza a gente fica muito feliz porque essa luta nossa tem mais de uma década e o sonho de todos nós aqui ter o benefício”, afirmou. José Carlos destacou ainda que o saneamento vai valorizar os imóveis, com certeza. “Nós só temos que parabenizar aos órgãos competentes que realmente tirou do cabinete e veio para fazer a coisa concreta. Estamos felizes”, declarou o motorista.

O engenheiro Walter de Vasconcelos Dias, da construtora Sancol, que executa a obra, informou que no pique os trabalhos as oito frentes de serviços envolverão cerca de 100 operários. As escavações já acontecem em quatro ruas. Até o final de semana terão sido executados 300 metros de esgotos assentados. Os trabalhos incluem a recuperação e conclusão de duas estações elevatórias  em Jacarapé iniciadas pelo Prodetur há 12 anos.