Fale Conosco

20 de março de 2013

Obras da Rodovia da Reintegração seguem etapa de compactação



Rodovia da Reintegração (1)Vários quilômetros do segundo trecho da Rodovia da Reintegração, ligando Areia de Baraúna/Passagem/Quixaba/BR-230, em execução pela construtora Artec, estão em fase de compactação. O Departamento de Estradas de Rodagens (DER), através dos diretores, Carlos Pereira de Carvalho e Hélio Cunha Lima, fez uma inspeção no local. A vistoria foi iniciada pelo trecho Assunção/Salgadinho, já em fase de aplicação de camadas de asfalto pela construtora Furlani.

A ordem de serviço foi assinada no dia 7 de dezembro, pelo governador Ricardo Coutinho para execução de melhoramento e pavimentação da PB-228, a já denominada Rodovia da Reintegração, com 84,2 km, interligando os municípios de Assunção, Salgadinho, Areia de Baraúna, Passagem, Quixaba, entroncamento da BR-230 e acesso a Cacimba de Areia, incluindo a restauração e adequação de capacidade do Entroncamento da BR-230 a Assunção, com 8 km. O investimento total é de R$ 62.409.907.92.

Rodovia da ReintegraçãoA obra, uma das maiores de pavimentação rodoviária dos últimos anos na Paraíba, está dividida em dois lotes. No lote I, com 39,3 km, contempla trecho da rodovia entre Assunção/Salgadinho/Areia de Baraúnas/Entroncamento do acesso a Passagem. O valor estimado é de R$ 35.209.982,29. No lote II, com 37 km, vai do acesso a Passagem/Quixaba/Entroncamento da BR-230, inclusive os acessos a Passagem e Cacimba de Areia. O valor estimado é de R$ 27.199.925,63.

Com a obra, incluída no Programa Caminhos da Paraíba, o Governo do Estado contempla uma população de 117.141 habitantes, além de Patos. A rodovia terá um tráfego médio diário no primeiro ano de 1.091 veículos.

Estão programados serviços  de terraplanagem, pavimentação asfáltica, seis novas pontes em concreto armado, drenagem profunda e superficial, cercas com estacas de concreto, recuperação de áreas degradadas,paisagismo e sinalização horizontal e vertical.