João Pessoa
Feed de Notícias

Obra eleva pressão hídrica nas tubulações e a vazão, melhorando atendimento à população

segunda-feira, 21 de setembro de 2009 - 18:11 - Fotos: 

A Companhia de Água e Esgotos da Paraíba (Cagepa) concluiu a implementação de 650 metros de anéis de distribuição no Conjunto Jardim Cidade Universitária, em João Pessoa. A obra teve por objetivo aumentar a pressão hídrica nas tubulações e a vazão, diminuindo assim as intermitências no abastecimento de água da localidade.

Segundo o gerente de Manutenção da Cagepa, o engenheiro Carlos Antônio Potiguara, o conjunto cresceu de forma rápida, o que demandou um número excessivo de extensões de rede e teve como consequência a queda de pressão da água nas tubulações.

“O Jardim Cidade Universitária era abastecido apenas pelo reservatório que atende ao Bairro dos Bancários, e mais tarde teve seu abastecimento reforçado pelo reservatório de Mangabeira. No entanto, com o crescimento do conjunto, a demanda passou a superar a oferta existente”, afirmou Potiguara.

A Cagepa efetuou a implantação de 650 metros de tubulações com diâmetro de 150 milímetros, que irão reforçar o abastecimento local. Segundo Potiguara, toda a tubulação era de apenas 50 milímetros, o que gerava transtornos relacionados à vazão deficiente. “Estimamos que, com esse incremento, o fornecimento de água para o Jardim Cidade Universitária melhore em 60%. Para aumentar esse percentual, iremos concluir no início ano que vem a implantação de mais 400 metros de tubulação”, destacou.

De acordo com o gerente, a implantação dos anéis de distribuição já foi concluída, resta apenas interligar as tubulações de maior envergadura com a rede de distribuição da localidade, que conta com 50 milímetros de diâmetro.

Avaliação – Os moradores do Conjunto Jardim Cidade Universitária esperam uma melhora significativa no abastecimento, reinvidicação que já conta com certa data. Na opinião do morador Sílvio Paulo, que se afirma como um dos maiores prejudicados com as constantes intermitências, o crescimento não planejado do conjunto prejudicou muito o fornecimento de água para a localidade. “Essa obra atende uma necessidade básica dos moradores. Já debatemos essa melhoria em várias reuniões e audiências públicas, e dessa vez a expectativa é a melhor possível”, afirmou Sílvio.

Já a professora Ana Cláudia é moradora recente do bairro. No entanto, antes de se mudar, ela já conhecia a fama do Jardim Cidade Universitária. Segundo ela, “amigos e conhecidos vivem me dizendo que só vive faltando água aqui no conjunto, então espero passar a viver aqui a partir da época em que o abastecimento de água não seja mais um problema. Essa obra certamente vai contribuir muito para isso”.

Da Assessoria de Imprensa da Cagepa