João Pessoa
Feed de Notícias

Obra do Centro de Convenções está dentro do cronograma estabelecido

quinta-feira, 10 de junho de 2010 - 17:03 - Fotos: 
“A primeira etapa do Centro de Convenções segue o cronograma determinado e, caso não ocorram interveniências de fenômenos naturais (chuvas), a obra será concluída entre o final de junho e início de julho”. Foi o que garantiu o secretário de Meio Ambiente, Recursos Hídricos, Ciência e Tecnologia (Semarh), Francisco Sarmento, em entrevista coletiva nesta quinta-feira (10), no canteiro de obras do Centro de Convenções, em João Pessoa. Ele estava acompanhado do gestor da Superintendência de Obras do Plano de Desenvolvimento do Estado da Paraíba (Suplan), Gilson Frade.

O superintendente da Suplan explicou como vem sendo executada toda a primeira etapa e ressaltou a geração de empregos. “Toda a parte de terraplenagem, esgoto e drenagem da feira de exposições já foi concluída, numa área de quase 20 mil metros quadrados (o equivalente a área total do Espaço Cultural). Já a estrutura de coberta será toda metálica e que virá semi-montada, agilizando assim a conclusão. Agora, estamos fazendo as bases do mirante (utilizando 78 mil quilos de aço em 12 mil metros de profundidade no alicerce) que terá 62 metros de altura, ou seja, um prédio de 20 andares. Nessa primeira etapa já foram investidos mais de R$ 20 milhões e gerados 230 empregos diretos na área da construção civil”, comentou.

Importância – Já Sarmento explicou que nessa primeira etapa, está prevista a conclusão da feira de exposição, estacionamento e a cerca na parte externa. Ele também ressaltou o valor econômico da obra para todo o Estado. “Precisamos ter consciência da importância desse empreendimento que é o núcleo do Pólo Turístico Cabo Branco, que após 20 anos de lutas e embargos foi destravado. Ele tem condições de fazer uma revolução no setor turístico, econômico e social aqui da Paraíba”, comentou e acrescentou que o desembargo do Pólo ocorreu num momento em que o País se prepara para realizar a Copa do Mundo, em 2014, e antes disso a Copa das Confederações, em 2013, e será colocada à disposição toda essa infraestrutura.

Estrutura – O Centro de Convenções está sendo construído no Pólo Turístico Cabo Branco, às margens da rodovia PB-008, próximo à entrada para a praia de Jacarapé. O empreendimento vai ocupar área total de 34 hectares, sendo 19 hectares (38.947 metros quadrados) destinados à área de construção física e 15 hectares para área de preservação ambiental.

Contará com quatro blocos e espaços como torre/mirante, onde ficará o restaurante; bloco para feira de exposições e eventos; teatro/auditório (com de três mil assentos) e um Centro de Congressos, entre outros ambientes.

Preservação ambiental – O Governo do Estado tem um projeto para a compensação ambiental na área. Sarmento explicou que ao norte, onde está localizado o Parque Estadual de Aratu, e ao sul no Parque Estadual de Jacarapé, serão estruturados e colocados todos os elementos necessários para conservação e preservação da fauna e da flora, como determina a legislação ambiental.

“Também existe um projeto de compensação para conter o avanço do mar nessa falésia da área do Pólo Turístico. Em cada lote de três ou cinco hectares só se poderá construir em menos de 30% da área e o dono do resort, hotel ou pousada vai ter que preservar a fauna e a flora do local. O mesmo modelo foi implantado na Amazônia”, acrescentou.

Gledjane Maciel, com fotos de Evandro Pereira, da Secom-PB