João Pessoa
Feed de Notícias

Objetivo é ampliar oferta de transporte de massa na Grande João Pessoa

terça-feira, 23 de fevereiro de 2010 - 20:01 - Fotos: 
Nesta terça-feira (23), o secretário de Planejamento e Gestão (Seplag), Osman Cartaxo, e o superintendente da Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU-PB), Lucélio Cartaxo, se reuniram para acertar mais alguns detalhes do projeto para implantação do Veículo Leve sobre Trilhos (VLT), ou Metrô de Superfície, a ser instalado na região metropolitana de João Pessoa.

Segundo o secretário, já houve uma reunião no Ministério das Cidades para tratar do tema. “O Ministério ofertou o trecho da área de domínio e os equipamentos atuais da CBTU para que passassem para o Estado, e o Estado, conjuntamente com a CBTU, irá desenvolver os projetos necessários para a recuperação desse trecho e a expansão, através de novos ramais”, explicou Osman.

A idéia inicial é fazer a recuperação do trecho Cabedelo /Santa Rita com expansão para novos trechos em seguida. Esses novos trechos serão definidos através do levantamento dos bairros onde existem ass maiores concentrações de densidades demográficas na grande João Pessoa. Essas novas estações de passageiros também terão interligações com os corredores de ônibus.  O levantamento deve estar concluído no início do segundo semestre.

“Metrô significa também cidadania. É um transporte de alta relevância social, principalmente para as classes menos favorecidas”, argumenta o secretário.

O objetivo é ampliar a oferta de transporte de massa, principalmente nas regiões carentes das cidades de João Pessoa, Bayeux e Santa Rita, e melhorar a qualidade do transporte urbano.
 
A concepção e a engenharia financeira para a viabilização desse projeto serão feitos através de Parcerias Públicos Privadas, as chamadas (PPPs). “Além disso, nós temos as fontes de financiamento (bancos federais e União) e temos a determinação e priorização dada pelo governador Maranhão para a execução do projeto”, finalizou Osman Cartaxo.

Lucélio Cartaxo – O superintendente da CBTU-PB, Lucélio Cartaxo, acredita que com a entrada do governo do estado no projeto será possível modernizar o sistema hoje existente. “A CBTU já vem há quatro, cinco anos se preparando para isso, construindo novas estações. Os investimentos somados foram em torno de R$ 10 milhões”, frisa.

Atualmente, o trem que vai de Cabedelo à Santa Rita, percorre cerca de 30 quilômetros e atende 12 mil e quinhentos passageiros dia. “A idéia é que a gente possa diminuir o tempo de espera, gerando desenvolvimento na região com o aumento do número de viagens e de passageiros”, acredita Lucélio Cartaxo.  

Paulo Dantas, da Assessoria de Imprensa da Seplag