João Pessoa
Feed de Notícias

O voo charter fechado entre a Arke Fly

quarta-feira, 20 de janeiro de 2010 - 14:52 - Fotos: 

O diretor do Escritório Brasileiro de Turismo na França e Bélgica, Brice Massimo Cicconetti, afirmou que a Embratur (Instituto Brasileiro de Turismo) apoiará a operação do voo charter entre Amsterdam e João Pessoa. “O interesse da Embratur é mostrar a diversidade do Brasil no exterior e João Pessoa é um ótimo destino para os holandeses”, disse Cicconetti. “O voo integra ainda mais o turismo para todo mercado nordestino”, enfatizou o executivo.

De acordo com Cicconetti, o turista holandês é muito ativo e 30% deles gostam de viajar para destinos de longa distância. “Eles são pessoas muito bem informadas, conhecem o destino e têm noção do que se pode fazer no Brasil. Geralmente eles gostam de passar 16 dias no Brasil, em média”, afirmou o diretor do Escritório. Por isso, enfatizou, será necessário apresentar um roteiro mesclando segmentos com ecoturismo, cultura e sol e praia, entre outros.

Outro ponto positivo do turista holandês, segundo Cicconetti, é que ele é um cidadão que gosta muito de praia – por conta do clima frio naquele País -, depois de aventura e esportes e a cultura. “O holandês gasta em média US$ 100 por dia (sem hospedagem). Da Europa, ele só perde para os belgas e alemães, que são mais gastadores”, afirmou.
           

Fly Brazil venderá pacotes da Holanda para a Paraíba

A empresa holandesa Fly Brazil será a responsável pela comercialização dos pacotes entre Amsterdam e João Pessoa. O voo charter fechado entre a companhia aérea Arke Fly e o Governo do Estado e a Prefeitura do Conde começará a ser operado no dia seis de abril. Segundo Edwin Suikerbuikm, representante da Fly Brazil no Nordeste, haverá uma série de ações de divulgação dos roteiros paraibanos com os agentes de viagens e jornalistas especializados em Turismo na Holanda.

Na terceira semana de março, afirmou o executivo, cerca de 20 holandeses, entre agentes de viagem e jornalistas estarão seguindo para João Pessoa de Amsterdam, onde irão participar de uma familiarização do destino (fampress), que terá como parceiros o Governo do Estado, a Secretaria de Turismo do Conde, hoteleiros de João Pessoa e da Costa do Conde, além da empresa de receptivo Luck João Pessoa. “Iremos produzir peças publicitárias para serem veiculadas por toda a Holanda”, disse Suikerbuikm.

O prefeito do Conde, Aluísio Régis, ao lado do secretário de Turismo, Saulo Barreto, e do presidente da PBTUR (Empresa Paraibana de Turismo), Rodrigo Freire, foram entrevistados por jornalistas holandeses, do jornal De Telegraaf – de maior circulação na Holanda -, e da revista Vakantie – especializada em Turismo, para informar as principais características da Paraíba e de que forma eles pretendem divulgar o Estado na Holanda.

Para o presidente da PBTUR, a concretização do voo charter abrirá também uma importante possibilidade de fechamento de negócios de empresários holandeses na Paraíba. “Muitos empresários vem conhecer o destino também na tentativa de conhecer outros mercados para investimentos”, observou Rodrigo Freire.. “A Costa do Conde está aberta para atender os empresários que tenham interesse de investir naquela região”, enfatizou Aluísio Régis.

Fábio Cardoso, da PBTur, com foto de Alberi Pontes