João Pessoa
Feed de Notícias

O Niterói e o Almirante Gastão Motta podem ser visitados no sábado e domingo, das 14 às 18h, no Port

sexta-feira, 22 de janeiro de 2010 - 15:40 - Fotos: 

Dois navios da Marinha Brasileira, o Fragata Niterói e o navio-tanque Almirante Gastão Motta, estão atracados no Porto de Cabedelo, onde ficam até segunda-feira (25), retornando ao Rio de Janeiro, de onde partirão para realizar a Operação Aspirantex 10, trazendo uma tripulação de 220 integrantes, sendo 23 oficiais, 116 aspirantes da Escola Naval e 199 alunos e alunas da Escola de Formação de Oficiais da Marinha Marcante, do Centro de Instrução Almirante Graça Aranha.
 
Das 14h até 18h deste sábado (23) e também no domingo (24), no mesmo horário, os navios estarão abertos para visitação do público. O Niterói e o Almirante Gastão Motta chegaram ao litoral paraibano na manhã desta sexta-feira (22).
 
A finalidade desta operação é fazer com que a população possa manter contatos com a Marinha Brasileira e seus integrantes e tomem conhecimento do seu potencial de proteção a costa do Litoral do Brasil. Também serve para os novos alunos e aspirantes da Escola Naval possam ter acesso na prática ao funcionamento de um navio, explicou o comandante Albuquerque. 
 
O comandante Albuquerque explicou que esse tipo de operação tem por propósito manter o nível de adestramento dos meios da Esquadra, além de realizar ação de presença estratégica na nossa zona econômica exclusiva. “Um exercício naval desse porte contempla diversas modalidades de operações de guerra naval e apoio logístico móvel, demandando rigoroso planejamento e coordenação, devido ao elevado numero de militares e meios navais e aeronavais envolvidos”, explicou.
 
“A presente operação presta, dessa maneira, importante contribuição para a formação técnico-profissional desses jovens que abraçam a carreira do mar”, disse. Afora o Porto de Cabedelo, a operação se realiza em outras cidades, com a participação de 16 navios, dois submarinos, seis helicópteros e três navios. No caso do Navio Niterói, que está atracado em Cabedelo, as pessoas poderão conhecer canhões, um lançador de míssil, sistemas de armamentos do navio.

 
José Nunes, com fotos de Walter Rafael, da Secom-PB