João Pessoa
Feed de Notícias

Número de homicídios em João Pessoa cai 17% no primeiro semestre

quarta-feira, 6 de julho de 2016 - 08:12 - Fotos:  Francisco França/Secom-PB

A Capital da Paraíba, João Pessoa, registrou redução de 17% nas ocorrências de assassinatos no primeiro semestre deste ano, em relação ao mesmo período do ano passado. A queda dos Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLI) – homicídios dolosos e outros crimes dolosos que resultem em morte – na cidade acompanha a diminuição de ocorrências no Estado, que acontece desde 2012 de forma consecutiva e continua no primeiro semestre de 2016, resultado das constantes ações desenvolvidas pelas forças de segurança. No período foram registrados 61 assassinatos a menos do que de janeiro a junho do ano passado (757 casos para 696).

Os números foram apresentados durante reunião mensal de monitoramento do governador Ricardo Coutinho com gestores da Segurança Pública e seus órgãos operativos, na tarde desta terça-feira (5), no Palácio da Redenção. “Acredito que produzimos bem nesses primeiros meses. Evidentemente, nossos desafios são constantes. Terminamos o primeiro semestre com dados positivos, mas precisamos continuar nos empenhando. Buscamos que a atividade policial seja respeitada e tenha a credibilidade da população. Quero agradecer o esforço de todos nesse desafio que é cuidar da segurança da sociedade”, disse o governador.

O secretário da Segurança e da Defesa Social (Seds), Cláudio Lima, informou que 13 Áreas Integradas de Segurança Pública (Aisp) das 21 distribuídas no Estado tiveram queda no número de homicídios. Na Capital, a redução foi de 38 casos em números absolutos nas 1ª e 2ª Aisp, que representam as zonas norte e sul da cidade. Outras duas Aisp em cidades que integram a região metropolitana de João Pessoa também tiveram redução de assassinatos: Bayeux (-13,64%) e Santa Rita (-13,33%).

Os dados do Núcleo de Análise Criminal e Estatística (Nace) da Seds apontam que ainda registraram redução a 6ª Aisp com sede em Alhandra (-30,61%); 7ª Aisp, com sede em Mamanguape (-7,14%); 8ª Aisp com sede em Guarabira (-33,3%); 9ª Aisp com sede em Itabaiana (-5,00%); 10ª Aisp com sede em Campina Grande (-16,7%); 15ª Aisp com sede em Patos (-31,42%); 16ª Aisp com sede em Princesa Isabel (-50%); 17ª Aisp com sede em Itaporanga (-18,18%) e 20ª Aisp com sede em Cajazeiras (-15,38%).

Apreensão de armas – De janeiro a junho deste ano, as Polícias Militar e Civil apreenderam 1.839 armas de fogo, com uma média de 10,1 armas apreendidas por dia pelas Forças de Segurança no Estado. Segundo levantamento do Nace, em cinco anos (2011-2015) foram retirados de circulação 14.528 revólveres, pistolas e espingardas, entre outros armamentos, sendo 3.887 somente em 2015.