Fale Conosco

3 de fevereiro de 2016

Novos integrantes da Cipa do Hospital de Trauma são empossados



Os novos integrantes da Comissão Interna de Prevenção de Acidentes (Cipa), do Hospital Estadual de Emergência e Trauma Senador Humberto Lucena, em João Pessoa, tomaram posse, nessa terça-feira (2), no auditório da unidade hospitalar. A comissão para a gestão 2016 é composta por 15 membros representando os empregados, que foram eleitos, e de um grupo de 15 representantes do empregador, que foram indicados pela direção.

O nome escolhido para a presidência da Cipa foi o do técnico de segurança do trabalho da unidade hospitalar, Eduardo Pinheiro. Já o vice-presidente eleito foi do recepcionista Bruno Machado. Antes da posse, o grupo participou entre os dias 25 a 29 de janeiro do curso de formação de Cipeiros.

Para o diretor administrativo, Sidney Schmid, todos os integrantes da comissão têm uma grande responsabilidade em suas mãos. “Todos estão capacitados para integrar a Cipa, por isso, tenho certeza que essa nova gestão vai contribuir de forma fundamental na prevenção de acidentes e na divulgação do uso obrigatório dos equipamentos de proteção individual”, explicou.

No discurso de posse, Eduardo Pinheiro falou sobre as responsabilidades dos cipeiros. “Além de divulgar e promover o cumprimento das normas regulamentadoras, é preciso fazer um trabalho vigilante de prevenção de acidentes, proporcionando um ambiente salubre para a preservação da saúde do trabalhador”, frisou.

Bruno Machado, vice-presidente da comissão, ressaltou a relevância das atividades de forma integral. “Nosso objetivo é preservar a segurança dos nossos colaboradores, por isso, só por meio da integração do grupo executaremos com excelência nossos ofícios”, concluiu.

A Cipa é regida pela Lei nº 6.514 de 22/12/77 e regulamentada pele NR-5 do Ministério do Trabalho. A Comissão Interna de Prevenção de Acidentes foi aprovada pela portaria nº 3.214 de 08/06/78, publicada no Diário Oficial da União (D.O.U) de 29/12/94. A Cipa é uma comissão composta por representantes do empregador e dos empregados, composta por 15 membros eleitos e mais 15 suplentes.