Fale Conosco

20 de outubro de 2011

Novela ‘Aquele Beijo’ mostra belezas naturais de João Pessoa nesta segunda



A novela “Aquele Beijo”, em exibição na Rede Globo de Televisão, no horário das 19h, vai mostrar as belezas naturais de João Pessoa (praias, Centro Histórico e Estação Cabo Branco – Ciência, Cultura e Artes) nos capítulos 7 e 8, que vão ao ar nestas segunda (24) e terça-feira (25). O folhetim escrito por Miguel Falabella estreou no último dia 17 e teve locações na capital paraibana e no Distrito da Ribeira, em Cabaceiras.

As gravações foram articuladas com a direção da TV Globo pelo Governo do Estado, por meio da Secretaria de Turismo e Desenvolvimento Econômico (Setde), em parceria com a Empresa Paraibana de Turismo (PBTur) e com o apoio da Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP). Na trama, o personagem Felizardo (interpretado por Diogo Vilela) é um paraibano que foi levado ainda criança pelo pai para o Rio de Janeiro. Passados vários anos, Felizardo, um bem sucedido empresário do ramo têxtil, decide descobrir se a irmã está viva. Para isso, ele contrata um detetive, que descobre a irmã no interior da Paraíba.

A presidente da PBTur, Ruth Avelino, avalia como positiva a divulgação da Paraíba por meio da inserção de imagens de João Pessoa e Cabaceiras no folhetim. A executiva explica que as novelas são “uma mania nacional’, acompanhadas diariamente por milhões de pessoas em todo o país. “Teremos grande visibilidade e todo esse esforço será recompensado ao longo dos próximos anos. O personagem de Diogo Vilela é uma peça fundamental na trama escrita por Miguel Falabella”, disse.

Novas locações – Ruth Avelino revelou que a produção da emissora carioca está cogitando voltar à Paraíba. Segundo ela, durante a visita do governador Ricardo Coutinho ao Centro de Produções da Rede Globo (Projac), nesta quinta-feira (20), discutiu-se a possibilidade de serem realizadas novas locações em João Pessoa.  “Ainda estamos estudando a possibilidade, já que a vinda de dezenas de profissionais do Rio de Janeiro para João Pessoa envolve uma série de conversas entre o governo do Estado e a prefeitura da Capital”, explicou.