João Pessoa
Feed de Notícias

Nova Academia de Ensino de Polícia Civil vai atender até 700 alunos

quarta-feira, 24 de outubro de 2012 - 12:11 - Fotos:  Kleide Teixeira/Secom-PB

A nova estrutura da Academia de Ensino de Polícia (AEP), na Praia de Jacarapé, às margens da rodovia Ministro Abelardo Jurema (PB-008), na Capital, terá capacidade de atender até 700 alunos em formação simultânea nas suas 14 salas de aula. As obras da nova sede seguem no ritmo previsto. O campo de futebol para aulas práticas e outras atividades físicas já está praticamente pronto. A previsão é que a nova AEP seja entregue no começo de 2013.

Um convênio firmado com o Ministério da Justiça, por meio da Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp), no valor de R$ 1,6 milhão, garantiu a aquisição de um simulador virtual de tiro móvel, instalado em um caminhão. Os recursos também garantirão a compra de todo o equipamento necessário para a sala de musculação.

As salas de aula deverão estar prontas até dezembro. O diretor da AEP, delegado Bergson Vasconcelos, destacou que a nova Academia de Ensino de Polícia terá ainda auditório para 300 pessoas, biblioteca, laboratório de informática, estande de tiro, ginásio poliesportivo, sala de defesa pessoal, pista de atletismo, alojamento para 80 pessoas, refeitório, pátio de formatura e área de lazer. Os cursos de formação de delegados, agentes de investigação, escrivães e peritos da Polícia Civil têm duração de cinco meses.

A AEP será uma das mais modernas do país, com salas de aulas confortáveis, pátio de formatura, pistas de tiros e de paintball para treinamento dos novos policiais, área de lazer, entre outros ambientes. Além da excelente estrutura física, a nova AEP será totalmente equipada para as aulas teóricas e treinos físicos e táticos. A área em Jacarapé foi escolhida para a construção da nova academia pela necessidade de uma pista de tiros segura, afastada de áreas residenciais. 

Central de Polícia – As obras da nova Central de Polícia, no bairro do Geisel, também seguem dentro do ritmo estabelecido. Lá funcionarão todas as delegacias distritais e especializadas de João Pessoa (com exceção da Delegacia da Mulher), além da Gerência Metropolitana de Polícia Civil. Na Central de Polícia também funcionará um núcleo de pessoas desaparecidas.