Fale Conosco

30 de abril de 2012

Notificações de casos suspeitos se mantêm abaixo da média



O número de notificações de casos suspeitos de dengue continua abaixo da média histórica e do número registrado no ano passado, conforme revela o boletim da 17ª semana epidemiológica divulgado nesta segunda-feira (30) pela Secretaria de Estado da Saúde (SES).

A Gerência de Vigilância em Saúde (Gevs) informa que a situação está sob controle, por se encontrar dentro do limite esperado de casos. Entretanto, a intensificação das ações de controle vetorial, educação da população e articulação intra e interinstitucional são prioritárias para o atual período.

Dos 2.302 casos notificados neste ano, no período de 1º de janeiro a 27 de abril, 23% já foram descartados e 19,3% estão confirmados como dengue. O percentual dos casos graves da doença – Dengue com Complicações e Febre Hemorrágica da Dengue – é de 5,1% dos casos confirmados.

Conforme dados recentes verificados pela Gevs, o Coeficiente de Incidência da doença é de 47 casos para cada 100 mil habitantes, ainda considerado baixo, dentro dos parâmetros definidos pelo Ministério da Saúde. Mas, de acordo com a gerente da Gevs, Júlia Vaz, as condições climáticas do período podem oferecer risco para o aumento da incidência da doença.

Por causa disso, a SES já emitiu uma nota técnica a todas as Gerências Regionais de Saúde (GRSs) e fez recomendações às Secretarias Municipais de Saúde (SMSs), assim como convocou a população para que se mantenha alerta e participe das ações de combate à proliferação do vetor da doença, o mosquito Aedes aegypti.

Dados

Casos Notificados – 2.302

Dengue Clássica – 420

Dengue com Complicações – 17

Febre Hemorrágica da Dengue – 09

Óbitos por Dengue – 00

Descartados – 530

Em investigação – 1326