Fale Conosco

22 de julho de 2009

Neto Franca vai adotar experiências de Estados vizinhos para melhorar qualidade no atendimento



O presidente da Jucep, Neto Franca, antes mesmo de assumir oficialmente a entidade, na tarde desta terça-feira (21), visitou a junta comercial do Rio Grande do Norte e agendou para esta semana, um encontro técnico com representantes de órgão similar em Pernambuco. Através da iniciativa, ele visa adotar experiências dos vizinhos na implantação do Processo de Digitalização na sede e unidades do interior para dar celeridade e qualidade aos serviços prestados aos usuários e operadores do registro mercantil.

Em seu discurso de posse, o novo presidente da Jucep aproveitou a ocasião para inicialmente prestar duas homenagens: uma ao parente e ex-presidente da entidade, Maximiano da Franca Neto, e a segunda, ao vogal, membro do colegiado da junta, o comerciante Adrião Pires, pelo reconhecimento aos trabalhos e serviços prestados ao setor.

Neto Franca destacou que assumia a Jucep com satisfação e alegria, principalmente para desempenhar um trabalho com o secretário de Turismo e Desenvolvimento Econômico, Edivaldo Nóbrega, com quem já compartilhou de experiências exitosas no governo Maranhão II quando Nóbrega foi presidente da Cinep.

“Iremos fazer a nossa parte para que os objetivos sejam cumpridos até o final de 2010. Espero trabalhar em sintonia com todos os servidores em prol de um governo operoso a fim de cumprir o que foi anunciado”, disse o presidente da Jucep.

Já o secretário Edivaldo Nóbrega expressou a satisfação de ter Neto Franca como aliado, “pois não tenho dúvida da sua capacidade de administrar pela experiência adquirida em outros órgãos por onde passou”, lembrou.

O secretário de Estado do Turismo e do Desenvolvimento Econômico destacou que tem buscado cumprir a orientação do governador José Maranhão, onde através de pequenas ações é possível ter grandes conquistas.

A solenidade de posse de Neto Franca aconteceu na sede da Jucep no centro de João Pessoa e contou com a participação do secretário de Estado do Turismo e Desenvolvimento Econômico, Edivaldo Nóbrega, que representou o governador José Maranhão, além de lideranças políticas, o colegiado de vogais da junta, composto de 12 membros, representantes de entidades de classe, entre outros.