Fale Conosco

17 de novembro de 2014

Nesta quinta-feira: Orquestra Jovem apresenta concerto com solos de piano



OSJPB3 270x202 - Nesta quinta-feira: Orquestra Jovem apresenta concerto com solos de pianoCom um repertório que contempla ballet, jazz e a música que conta a história do Brasil, a Orquestra Sinfônica Jovem da Paraíba apresenta concerto, nesta quinta-feira (20), às 20h30, na Sala de Concerto Maestro José Siqueira, no Espaço Cultural, em João Pessoa. Será a sexta apresentação oficial da temporada 2014, sendo a primeira com solos de piano. A regência é do maestro titular da OSJPB, Luiz Carlos Durier, e o solista é Erick John, integrante da orquestra. A entrada é gratuita.

O concerto inicia com um momento do ballet ‘Romeu e Julieta’ de Sergei Prokofiev, justamente o momento de conflito entre as famílias Montequios e Capuletos. A música reflete a relação conflituosa com sonoridade inicialmente grotesca e dissonante. O ritmo enérgico contrasta com a suavidade do tema amoroso que representa os jovens protagonistas apaixonados.

Em seguida, o programa traz ‘Rapsódia in Blue’ (1924) de George Gershwin, com solo de piano por Erick John. Considerada uma obra prima, a composição é um marco na música americana. Curiosamente nasceu sob a pressão do impacto noticiado pelo Jornal New York Tribune, que Paul Whiterman apresentaria, com sua orquestra, o jazz sinfônico do autor. Com a surpresa, a correria foi tão grande que, em apenas três semanas a obra estava pronta. Inicialmente foi chamada de ‘Rapsódia Americana’ – título depois alterado por sugestão de seu irmão Ira (Israel), que era letrista de suas canções.

erick john 270x202 - Nesta quinta-feira: Orquestra Jovem apresenta concerto com solos de pianoOriginalmente foi escrita para dois pianos e, em seguida, orquestrada brilhantemente por Ferde Grofé. Nas palavras do maestro Leonard Bernstein: “A música tem harmonias e proporções ideais. Os temas são cantáveis, límpidos, ricos e comoventes. Não creio que tenha aparecido nesta terra um melodista tão luminoso como Gershwin, desde Tchaikovsky. A Rapsódia veio do jazz, é um prato típico da alma musical americana, elevou a música popular americana ao status de universal e tornou o autor mundialmente conhecido e admirado”.

Na sequência, a orquestra executará ‘Terra Brasilis’ de Edino Krieger, que foi concebida para celebrar os ‘500 Anos do Brasil’. O compositor produziu um painel sinfônico para contar sonoramente sobre o nosso país, desde o ano de 1500 até os dias de hoje. No primeiro movimento imagina os sons aqui existentes, antes da chegada dos conquistadores: o canto dos pássaros e os sons dos elementos da natureza. No movimento central a narrativa são os desafios do mar, os sonhos dos marinheiros, a tempestade e todo o desconhecido de uma grande aventura. O finale é o encontro dos povos que construíram o Brasil e produziram uma vasta cultura musical, representados pelo canto gregoriano, a música indígena, as danças de sotaque ibérico, o sentimental canto seresteiro, o versátil chorinho, o molejo do berimbau, a nobreza do maracatu. O triunfo chega com uma “batuculência”, ritmo carnavalesco.

A Jovem a cada concerto vem superando as metas técnicas e musicais exigidas pelo repertório sem abrir mão da beleza, da assimilação e da boa apreciação musical. A diversidade de estilos e gênero serve de aprendizado tanto para quem toca, quanto para quem aprecia”, comemora o regente titular da OSJPB, Luiz Carlos Durier.

Durier Com OSJPB 270x202 - Nesta quinta-feira: Orquestra Jovem apresenta concerto com solos de pianoLuiz Carlos Durier – Natural de João Pessoa (PB), Luiz Carlos Durier é o regente titular da OSPB Jovem há 17 anos. Seu trabalho direcionado para jovens músicos em formação tem reconhecimento em todo o Brasil. As suas interpretações produzem sempre sucesso de público e crítica. Sob sua batuta já se tornou tradição a Jovem apresentar estreias mundiais com excelente qualidade técnica e artística. Em setembro de 2013 foi nomeado diretor artístico e regente titular da OSPB.

Na UFPB concluiu o ensino superior de música nos cursos de Licenciatura e Bacharelado. Desde que chegou a Escola de Música Anthenor Navarro – EMAN, em 1991, lidera atividades de educação musical ensinando: Musicalização, Viola e Música de Câmara e Regência. Participou das XIX e XX Semana da Música da UFRN como professor da classe de regência. Na UEPB realiza o Curso de Especiação Em Fundamentos da Educação – Práticas Pedagógicas Interdisciplinares.

Como regente convidado conduziu a Orquestra Sinfônica do Rio Grande do Norte, Orquestra Sinfônica do Estado de Sergipe, Orquestra Sinfônica da UFRN e Orquestra Criança Cidadã do Recife. Regeu a Orquestra de Cordas da 29ª e 30ª Oficina de Música de Curitiba. Na sua formação como regente foi aluno de Wolfgang Groth, Nelson Nuremberg e Guilhermo Scarabino. Desde 2005, estuda com o maestro Osvaldo Ferreira. Participou de Master Class com os maestros Kurt Masur e, recentemente, com Dante Anzolini. Ainda teve como mestres o maestro José Siqueira, José Alberto Kaplan, Iara Bernette, Violeta de Gainza, Guilhermo Campos e Horácio Schafer.

Conduziu a OSPB na gravação ao vivo do CD da cantora Marines e sua Gente, do DVD Sivuca e os Músicos Paraibanos. Tem acompanhado com frequência artistas populares com a OSPB e OSPB Jovem em grandes concertos populares, tais como: Ângela Ro Ro, Arnaldo Antunes, Tico Santa Cruz e Renato Rocha (Detonautas), Flávio José, Genival Lacerda, Alcione, Toninho Ferragutti, Geraldo Azevedo e Dominguinhos, sempre com grande sucesso de público e crítica. No ano de 2012, recebeu a Comenda de Honra ao Mérito pelo desempenho profissional frente à OSPB.

Serviço

6º Concerto oficial da Orquestra Sinfônica Jovem da Paraíba – Temporada 2014

Regência: Maestro Luiz Carlos Durier

Solista: Erick John (piano)

Data: 20/11 (quinta-feira)

Hora: 20h30

Local: Sala de Concerto Maestro José Siqueira

Entrada: gratuita