João Pessoa
Feed de Notícias

Na Assembleia, Ricardo Coutinho faz diagnóstico do primeiro mês de governo e projeta metas

quinta-feira, 3 de fevereiro de 2011 - 12:58 - Fotos: 
O governador Ricardo Coutinho (PSB) apresentou nesta quinta-feira (3) um diagnóstico da situação do Estado, neste primeiro mês de sua gestão, além de elencar uma série de medidas que já foram tomadas para solucionar os problemas encontrados. Em seu discurso, o socialista enumerou metas que fazem parte de seu plano de governo para o atual exercício.

As declarações foram feitas durante a primeira sessão do ano, que marca o início da 17ª legislatura, presidida pelo deputado Ricardo Marcelo (PSDB), na Assembleia Legislativa, em João Pessoa.

Ricardo Coutinho ressaltou que os últimos 33 dias foram todos dedicados à busca das soluções para os problemas transferidos. De acordo com o governador, a principal meta deste primeiro mês de gestão foi a busca pelo equilíbrio fiscal e financeiro do Estado, trabalhando para diagnosticar os problemas e apontar soluções. Ele voltou a afirmar que a Paraíba enfrenta uma grave crise econômica, com mais de R$ 1 bilhão e 342 milhões de dívidas acumuladas.

Entretanto, o governador disse que agora o tempo é de mudança pela busca da estabilidade financeira e pelo desenvolvimento do Estado. “Este Governo, senhoras e senhores, não pintou o quadro cinzento que emolduramos neste instante. Mas, contudo, será ele o responsável por avivar e pintar novas cores. Todos nós deveremos estar imbuídos do compromisso de sanar esses problemas”, frisou.

Metas – Ricardo Coutinho expôs aos deputados as ações que o Governo já vem executando para melhorar os índices financeiros e a qualidade de vida do povo paraibano. Além disso, o governador anunciou a realização de obras que serão executadas ao longo do ano.

“Nos últimos dias, recomeçaram as obras em muitas rodovias estaduais. As estradas de Mamanguape a Araçagi, Pilões a Areia, e Catolé do Rocha até a divisão do Rio Grande do Norte já estão sendo restauradas; a Rodovia de Sumé a Congo e a velha ponte de Itabaiana já estão sendo pavimentadas”, exemplificou.

O socialista declarou que neste ano, serão iniciados os binários da Av. Liberdade, em Bayeux, e de Jacumã, no Conde, desafogando o tráfego e apontando novas perspectivas. Outra obra anunciada pelo governador será a construção do Centro de Convenções que nesse Governo tornará realidade.

“Expedi Medida Provisória, no último final de semana, remanejando recursos de um empréstimo contraído pelo Governo, de obras que não poderiam ser executadas neste momento, para a construção do Centro de Convenções. Assim, aquela obra deixará de ser um canteiro cenográfico, para concretizar o anseio do trade e a necessidade do Estado”, declarou Ricardo.

Segurança – O governador não deixou de citar os problemas que a população vem enfrentando com a violência urbana e rural. Entretanto, ele citou as ações que vêm sendo executadas que já apontam um rumo consistente para a diminuição dos índices de criminalidade.

“Em apenas 33 dias, já houve 126 operações, 352 prisões de pessoas e apreensão de 162 armas. Só essa semana, conseguimos desarticular e prender, graças à ação integrada das polícias Civil, Federal e Rodoviária Federal, uma quadrilha formada por 11 pessoas. O grupo era procurado por todo o Nordeste, por conta dos diversos assaltos a bancos realizados com o uso de explosivos”, lembrou.

Parceria com a oposição – Ricardo Coutinho fez questão de convidar a oposição a trabalhar junto com a situação, em prol do desenvolvimento do Estado. Segundo ele, na condição de parlamentar de oposição, verificou que não há Governo de sucesso que seja feito sozinho.

“A governabilidade de um Estado fragilizado como o nosso requer, além de medidas saneadoras e céleres, a convergência de propósitos. A todos, situação e oposição, caberá uma postura destacada no soerguimento da nossa economia, no ajustamento social e na busca por caminhos menos traumáticos na construção do futuro. O ordenamento institucional passa, necessariamente, por aqui”, frisou.

O governador aproveitou ainda para frisar a importância das parcerias com entre os Poderes constituídos. “Alimento, hoje, uma inquebrantável crença pessoal de que só a estreita colaboração entre Legislativo, Executivo e Judiciário, Ministério Público e Tribunal de Contas permitirá superar os desafios que nos impõe uma conjuntura sabidamente grave e reconhecidamente adversa”, frisou.

Assembleia – A nova Mesa tem na presidência do deputado estadual Ricardo Marcelo (PSDB), na vice-presidência o deputado Edmilson Soares (PSB); na segunda vice o deputado Trócolli Júnior (PMDB), na terceira vice o deputado Luciano Cartaxo (PT) e na quarta vice o deputado Janduhy Carneiro (PPS). Como primeiro secretário foi eleito o deputado Branco Mendes (DEM), como segundo secretário o deputado Arnaldo Monteiro (PSC), como terceiro secretário o deputado Manoel Ludgério (PDT), como quarta secretária a deputada Gilma Germano (PPS).

Nas quatro suplências da Mesa, por ordem, ficaram a deputada Daniella Ribeiro (PP), o deputado André Gadelha (PMDB), o deputado Caio Roberto (PR) e o deputado Aníbal Marcolino (PSL).