Fale Conosco

8 de março de 2018

Music From Paraíba fecha o ciclo da segunda coletânea com Alex Madureira e parceria com o projeto Carrinho PB-Pop



foto alex madureira  270x243 - Music From Paraíba fecha o ciclo da segunda coletânea com Alex Madureira e parceria com o projeto Carrinho PB-PopA programação de março do projeto Music From Paraíba traz como atração principal o guitarrista Alex Madureira. Será o último show da segunda edição do projeto que contemplou 71 artistas selecionados por meio de edital da coletânea número 2. As apresentações acontecem no domingo (18), a partir das 19h, no mezanino e Sala de Concertos Maestro José Siqueira, no Espaço Cultural, em João Pessoa. Neste mês, há uma parceria com o projeto Carrinho PB-Pop, que traz pocket shows de Adeildo Vieira e Rieg. A entrada é gratuita. O projeto é uma realização da Funesc.

O Music From Paraíba é um projeto de divulgação da música dos artistas paraibanos no Brasil e no exterior. A primeira versão da coletânea reuniu 20 canções de diferentes artistas e grupos paraibanos. Na sua segunda edição, o projeto foi ampliado, trazendo 71 músicas de artistas paraibanos ou radicados no estado. As faixas estão distribuídas em quatro CDs organizados em um box que lembra o formato capa de LP de vinil com arte assinada pelo designer Silvio Sá.

Ainda neste primeiro semestre de 2018, começam as apresentações dos 50 artistas selecionados para a coletânea Music From Paraíba 3. No álbum, há representantes de diversos gêneros como rock, forró, samba, música eletrônica, jazz, música instrumental, funk, blues, reggae, brega, entre outros.

Ao longo do ano, é realizada uma temporada de shows com artistas contemplados na coletânea. Os shows são realizados uma vez por mês e, além de João Pessoa, o projeto percorre municípios do interior da Paraíba, a exemplo de Campina Grande, Cajazeiras, entre outros.

Alex Madureira – É natural de João Pessoa. Nasceu em 10 de junho de 1954. É instrumentista, arranjador e produtor musical. Músico, compositor e historiador. O artista utiliza os efeitos e potencialidades da guitarra elétrica de forma criativa, interpretando a sua essência nordestina, nas harmonias e linhas melódicas. Em suas composições, amplia o conceito barroco do forró. Ele leva a harmonia executada pelos sanfoneiros para uma elaboração mais profunda.

Seu pai também era músico (saxofonista) e tinha uma orquestra de frevo que tocava em eventos como carnavais. Aliando essa influência com a vivência com seus vizinhos, que eram radialistas da rádio Tabajara na época, foi-se moldando seu lado musical.

O músico começou a tocar violão por volta dos 13 anos. Apesar de sempre ter agido como compositor, só depois de um tempo que ingressou na Universidade para prestar o vestibular para Música. Alex Madureira integrou a primeira turma de Música da Universidade Federal da Paraíba (UFPB), que tinha apenas oito alunos. Ele iniciou sua carreira profissional como guitarrista, tocando em grupos de baile, na década de 1970.

Em meados da década de 1980, Alex foi para o Rio de Janeiro (RJ) tocando em uma banda chamada “Gasolina Azul”, juntamente com um amigo também de João Pessoa, Alexandre Carneiro. Ainda no Rio, integrou também a banda “Flor de Cactus” e gravou uma participação no LP “Baque Solto”, de Lenine e Lula Queiroga, e acompanhou o músico Xangai, tocando guitarra ao lado de Jacues Morelembaum (cello) e Mingo Araújo (percussão).

Depois de 11 anos no Rio de Janeiro, no início dos anos 1990, Alex volta para João Pessoa sendo um dos músicos e produtores mais requisitados do Nordeste. Alex produziu e participou do trabalho de diversos artistas locais da Paraíba, como Paulo de Tarso, Kennedy Costa e Escurinho. E por seu relevante trabalho de divulgação da música popular brasileira com músicos de João Pessoa pela cidade e pelo estado é considerado pela classe artística paraibana como “Patrimônio Cultural Histórico e Vivo da Paraíba”.

O artista tem um álbum intitulado de “Deu o Carai!”, totalmente autoral. Neste trabalho o forró é sincopado, com zabumba e triângulo abdicando da tradicional sanfona e adotando a guitarra. O álbum pode ser visto até de forma técnica, visto que Alex fez uma pesquisa, bebendo desde o jazz do estadunidense Charlie Parker (1920-1955) até o ritmo sincopado do paraibano Jackson do Pandeiro (1919-1982).

Ainda como instrumentista, Alex Madureira trabalha em estúdio na gravação de trilhas e jingles. É também produtor e realiza os festivais PB POP e Agosto dos Anjos, em João Pessoa. Além de claro, participar de diversos projetos culturais mostrando suas habilidades como guitarrista.

Carrinho PB-Pop – Cansados de não terem suas músicas tocadas nas rádios, os músicos paraibanos montaram um carrinho para vender CD, que chamam de PB-Pop, uma alternativa para a difusão e venda da produção musical feita na Paraíba. “Se o mercado não se abre para os artistas, são esses que devem procurar o mercado”. E o fazem literalmente, conduzindo o carrinho de CD em eventos e onde for possível divulgar os discos.

O carrinho do PB-Pop segue na contramão dos demais carrinhos de som espalhados pelas cidades. Enquanto esses divulgam e vendem CDs e DVDs piratas de bandas comerciais e cantores de sucesso nacional, o PB-Pob oferece ao público discos de artistas genuinamente paraibanos.

Alex Madureira, um dos organizadores do carrinho, passou a levar o PB-Pop a vários eventos culturais em João Pessoa, marcando presença constante na feirinha de Tambaú. O carrinho já conta com mais de 60 títulos de CDs de artistas, entre eles Cabruêra e Clã Brasil. 

Serviço

Music From Paraíba apresenta: Alex Madureira

Parceria com Carrinho PB Pop + pocket shows de Adeildo Vieira e Rieg

Data: 18/03 (domingo)

Hora: 19h

Local: Mezanino e Sala de Concertos Maestro José Siqueira

Entrada gratuita

Realização: Funesc

Informações: 3211-6225