João Pessoa
Feed de Notícias

Municípios elaboram plano do Rede Cegonha na 6ª Regional de Patos

quinta-feira, 13 de setembro de 2012 - 08:20 - Fotos: 

A Comissão Intergestores Regional (CIR) se reuniu, esta semana, na cidade de Patos para discutir a Rede Cegonha, programa federal que visa assegurar a melhoria do acesso, cobertura e qualidade do acompanhamento de pré‐natal, da assistência ao parto e puerpério (período de seis a oito semanas pós-parto) e da assistência à criança até 2 anos de idade.

Na ocasião foi definido o cronograma de atividades para elaboração do plano municipal da Rede Cegonha dos municípios da jurisdição Patos, que será formado durante seis dias. A cada dia, quatro municípios, com ajuda dos apoiadores da 6ª Regional de Patos, vão definir diretrizes que mapeiem suas necessidades e como vão trabalhar a Rede Cegonha, que infraestrutura e profissionais vão gerir o programa.

Nesta quarta (12) foi trabalhado o plano dos municípios de Areia de Baraúnas, Cacimba de Areia, Cacimbas e Catingueira. Na quinta-feira (13), será a vez de Condado, Emas, Junco do Seridó e Mãe D’Água. Nesta sexta (14) será a vez de Malta, Maturéia, Passagem e Quixaba. As reuniões retornam na segunda-feira (17) com Salgadinho, Santa Terezinha, São José de espinharas e São José do Bonfim. Nos dias seguintes, terça-feira (18), será a vez de São José do Sabugi, Várzea, Vista Serrana e Teixeira e quarta-feira Desterro, Patos, Santa Luzia e São Mamede.

O diretor da Maternidade Peregrino Filho, Rogério Nunes, durante a reunião, fez uma explanação do que a Maternidade pode oferecer no plano regional para a Rede Cegonha. A Peregrino Filho, hospital referência de alta complexidade, considerada a mais moderna do interior nordestino, com duas UTIs em funcionamento (materna e neonatal), serviço de mamografia, banco de leite, com sala de porcionamento, de onde saem as porções já devidamente definidas pelas nutricionistas para os bebês, deverá receber, no próximo ano, um centro de parto normal, que será construído no anexo das instalações.

A Maternidade de Patos será referência de Rede Cegonha para toda a 3ª Macro de Saúde, que compreende as regiões de Patos, Princesa Isabel e Piancó. Também atenderá pacientes das áreas de Sousa e Cajazeiras. Patos deve receber, no próximo ano, uma casa da gestante, que acolherá as mulheres que aguardam o nascimento de seu filho, o que dará maior conforto e segurança às futuras mamães.