Fale Conosco

1 de abril de 2015

Mostra destaca trabalhos de usuários do CAPS em João Pessoa



DSC6398 copy 270x192 - Mostra destaca trabalhos de usuários do CAPS em João PessoaQuadros, mandalas, bijuterias, cadeiras e outros objetos confeccionados com materiais reciclados foram os destaques da exposição que aconteceu, nesta quarta-feira (1º), na área de lazer do SESC/Centro, em João Pessoa. As peças foram produzidas pelos usuários do Centro de Atenção Psicossocial (CAPS AD III Álcool e drogas) Jovem Cidadão, que pertence à rede estadual de saúde.

A diretora geral do CAPS Marileide Martins explica que um dos principais objetivos das oficinas terapêuticas é mostrar aos usuários que eles são produtivos e capazes de viver em sociedade. “Procuramos mostrar a eles todo potencial enquanto pessoas humanas e normais para que eles sejam vistos sem nenhum preconceito”, destacou.

Para a arte-educadora Leonila Maria da Conceição Neto, que cuida de um grupo nas oficinas terapêuticas, é gratificante saber que é DSC6378 copy 270x192 - Mostra destaca trabalhos de usuários do CAPS em João Pessoapossível incentivar os talentos dos usuários. “No início das oficinas, a gente percebe certa resistência por parte deles, mas depois eles começam a se soltar e a gente vai identificado as habilidades e, com o passar do tempo, criando um vínculo de amizade, confiança e respeito com todos eles e isso é muito importante no processo de recuperação”, lembrou.

Mais informações - O Caps AD é um serviço de atenção psicossocial para atendimento de pacientes com transtornos decorrentes do uso e dependência de substâncias psicoativas. Conforme preconizado pelo Ministério da Saúde, esse serviço oferece atendimento diário DSC6392 copy 270x192 - Mostra destaca trabalhos de usuários do CAPS em João Pessoaaos pacientes que fazem uso prejudicial de álcool e outras drogas, permitindo o planejamento terapêutico dentro de uma perspectiva individualizada de evolução contínua.

Nos últimos três anos, o serviço atendeu 3.196 usuários, 291 famílias e fez 185 visitas domiciliares. No ano passado, o Caps atendeu 935 usuários e desses 317 se recuperaram. “Eles ou estão trabalhando ou estudando”, finalizou Marileide Martins. O serviço é referência para todo o Brasil pelo Ministério da Saúde e atende usuários não só de João Pessoa, mas também de várias outras cidades da Paraíba.