João Pessoa
Feed de Notícias

Moderna draga chinesa Xin Hai Feng começa a operar no Porto

segunda-feira, 6 de dezembro de 2010 - 11:19 - Fotos: 
A diretoria da Companhia Docas da Paraíba, que administra o Porto de Cabedelo, confirmou que a moderna draga chinesa Xin Hai Feng, já está em operação. Com capacidade de até 16.800 mil metros cúbicos, a nova draga vai acelerar as obras de dragagem do terminal, visto que seu desempenho é quase seis vezes maior que o da draga Hang Jun 3001, que chegou ao porto em junho de 2010 e tem capacidade de operar somente até três mil metros cúbicos. 
Segundo o diretor presidente da Companhia Docas da Paraíba, Wagner Breckenfeld, a Xin Hai Feng possui capacidade operacional suficiente para concluir as obras de aprofundamento do canal de navegação e bacia de evolução do terminal paraibano até o início de 2011.
A nova draga chegou na última segunda-feira (29) e só foi liberada na sexta-feira, depois de concluído todo o procedimento de vistoria realizado pela Polícia Federal, a ANVISA e a Capitania dos Portos. Para Breckenfeld, o equipamento, de origem chinesa, chegou no momento certo.“A Xin Hai Feng é do ano de 2008, é bastante moderna e tem capacidade bem maior que a outra draga opera no Porto atualmente. 
Com ela e a Hang Jun operando juntas, vamos finalizar essa obra rapidamente”, disse Wagner lembrando que a vistoria, sempre realizada pela Polícia Federal, a ANVISA e a Capitania dos Portos em todas as embarcações que chegam do exterior, envolve todos os aspectos de funcionamento da draga, desde suas condições de navegação, até higiene e maquinário.
O terminal paraibano possui um canal de seis quilômetros de extensão, 150 metros de largura e 9,14 metros de profundidade e trabalha com uma limitação de recebimento de embarcações de até 30 pés de calado. Com a conclusão das obras de dragagem, 
o Porto de Cabedelo conseguirá aumentar o seu potencial de recebimento de embarcações para navios de 40 pés de calado, bem como também aumentará seu fluxo de recebimento de mercadorias, tendo em vista que estará preparado para o desembarque de até 50 mil toneladas por embarcação.