Fale Conosco

18 de outubro de 2012

Modelo de política de segurança pública da Paraíba é elogiado em Brasília



A política de segurança pública implantada na Paraíba recebeu elogios dos representantes da Secretaria Nacional de Segurança Publica (Senasp), durante visita do secretário executivo da Segurança e da Defesa Social, Jean Nunes, em Brasília. Representantes dos estados de Goiás e do Distrito Federal devem vir à Paraíba para conhecer os detalhes do modelo de gestão implantado no Estado.

O secretário executivo Jean Nunes informou que na reunião foram discutidas a implantação da rede de inteligência da Paraíba, com atualização do Sistema Nacional de Informações de Segurança Pública (Sinesp) e capacitações integradas. Para o delegado da Polícia Civil em Goiás e coordenador de Inteligência da Senasp, Eraldo Augusto, “ a Paraíba adota hoje o que há de mais moderno, com monitoramento constante das ações, gestão por resultado, aplicação da política de quadrantes no policiamento, a exemplo do que acontece em países como Colômbia e Chile”.

O delegado também ressaltou que “o modelo de gestão paraibano deveria ser utilizado por todos os Estados do Brasil, pois possibilita alcançar resultados consistentes, aliado a todas as medidas que a Secretaria de Segurança vem adotando, como compatibilização de áreas, lei de Inteligência e da Corregedoria”.

Já o delegado Yury Pereira, coordenador de Inteligência no Distrito Federal, declarou que vai propor a sistemática adotada na Paraíba, com reunião semanal de monitoramento, vez que lá os encontros são realizados a cada quinze dias. Ele afirmou ainda que, quanto às operações, irá propor a criação das intituladas Saturação e Contra-Ameaça, que em solo paraibano são aplicadas com base em dados concretos e científicos.

“A visita foi importante para que apresentássemos a política de segurança adotada pela Paraíba. Diante dos resultados já apresentados e do empenho, a nossa secretaria certamente vai entrar no planejamento das próximas ações da Senasp, com a vinda de técnicos ao Estado”, avaliou Jean Nunes.

Ainda estiveram presentes na reunião André Fagundes, coordenado geral de Inteligência da Senasp, Cátia Simone Gonçalves Emanuelli, coordenadora geral de Planejamento Estratégico e Projetos Especias em Segurança Publica, e Gilson Pereira Campos, assessor de Planejamento e Projetos Especiais da Senasp.