João Pessoa
Feed de Notícias

Missão do Banco Mundial avalia projetos implantados pelo Governo do Estado em comunidades rurais

sexta-feira, 25 de abril de 2014 - 18:05 - Fotos: 

Mais de 26 mil famílias paraibanas que viviam em situação de extrema pobreza foram beneficiadas com a implantação de 487 subprojetos conveniados, representando um investimento de aproximadamente US$ 29 milhões de dólares, equivalente a R$ 57 milhões, graças a uma parceria do Governo do Estado, por meio do Projeto Cooperar, e Banco Mundial. Para avaliar esses resultados, o Cooperar e a instituição financeira estão reunidos em oficina que se encerra neste sábado (26).

Com esse investimento foi possível provocar mudanças reais na realidade local das comunidades com a implantação de projetos exitosos em 155 municípios, a exemplo do maior abatedouro de aves caipiras do Nordeste em São Sebastião de Lagoa de Roça, com capacidade instalada inicialmente para abater 20 mil aves/mês, e perspectiva de chegar ao abate de 90 mil cabeças de frango mensais, beneficiando 97 famílias de avicultores.

Outro projeto implantado foi a reciclagem de resíduos sólidos (lixo) em Bonito de Santa Fé, que se tornou exemplo nacional com este tipo de iniciativa, levando-o a ganhar no ano passado, premiação nacional pela Presidência da República.

O coordenador do Projeto Cooperar, Roberto Vital, disse que a visita da missão do Banco Mundial à Paraíba foi uma oportunidade de analisar conjuntamente com a instituição financeira, representantes dos beneficiários e entidades parceiras, os efeitos na vida e patrimônio das famílias e suas organizações sociais. “Principalmente identificar as dificuldades e apontar estratégias para o novo contrato”, complementou.

Antes mesmo da finalização do atual convênio, o governo vem trabalhando para o próximo convênio com o Banco Mundial para o quadriênio 2014-2017 no valor de US$ 80 milhões, o correspondente a R$ 168 milhões, considerando a contrapartida do governo, parceiros e associações beneficiadas, conforme o valor do dólar praticado. Toda a documentação já está em tramitação na Secretaria de Assuntos Internacionais do Ministério do Planejamento.

Durante a oficina, que contou com a participação de presidentes de associações dos beneficiários, também foi discutida a implementação do Manual de Operações do próximo convênio, que prevê dentre outras atribuições, as responsabilidades das instituições parceiras.

Cooperar - O Projeto de Redução da Pobreza Rural – PRPR/Projeto Cooperar, com abrangência em 222 municípios do Estado, atende comunidades rurais e sedes municipais com até 7.500 habitantes, tendo como prioridade as populações indígenas, mulheres, quilombolas, artesãs e assentados da reforma agrária.