João Pessoa
Feed de Notícias

Missa lembra 33 anos da morte de José Américo de Almeida

quinta-feira, 7 de março de 2013 - 09:21 - Fotos:  José Lins/Secom-PB

Para lembrar os 33 anos da morte do seu patrono, a Fundação Casa de José Américo, órgão vinculado à Secretaria de Cultura, marcará a data com a celebração de uma missa, nesta sexta-feira (8), às 17h, na Igreja Santo Antônio de Lisboa (Av. Olinda s/n – Tambaú). Autoridades, amigos, admiradores e o público em geral estão convidados para a cerimônia religiosa.

José Américo de Almeida faleceu em João Pessoa no dia 10 de março de 1980 e foi sepultado com honras de Ministro de Estado. Personalidade marcante no mundo cultural e político da Paraíba, com repercussão nacional, foi governador, ministro, escritor, inclusive ocupou cadeira na Academia Brasileira de Letras. Toda a síntese desta história do autor de “A Bagaceira” está organizada na Fundação Casa de José Américo, na orla do Cabo Branco, nº 3336, onde foi sua residência.

Seus restos mortais, juntamente com os de sua esposa, estão no mausoléu construído no jardim da instituição. Também na FCJA estão instalados o museu, sua biblioteca particular e uma variedade de acervo de ex-governadores e personalidades paraibanas.  A Fundação Casa de José Américo é aberta à visitação pública, que atualmente está suspensa em razão da reforma física nas suas instalações.

José Américo de Almeida nasceu no Engenho Olho D’Água, em Areia (PB), e formou-se em Direito. Escreveu diversas obras, entre elas, “A Bagaceira”, romance que é destaque na literatura regionalista. Detalhes de sua vida e obra podem ser conferidos no portal www.fcja.pb.gov.br.