João Pessoa
Feed de Notícias

Ministro recebe delegação e diz que Cuba quer comprar calçado paraibano

segunda-feira, 19 de setembro de 2011 - 21:28 - Fotos:  Secom-PB

O ministro do Comércio Exterior e Investimentos Estrangeiros de Cuba, Rodrigo Malmierca Diáz, afirmou que seu Governo está de braços abertos para estabelecer relações comercias que beneficiem Cuba e o Brasil. Particularmente em relação à Paraíba, o ministro disse que Cuba tem interesse em estimular a compra de calçados paraibanos para abastecer o mercado interno, que tem grande demanda.

Na tarde desta segunda-feira (19), o ministro Rodrigo Malmierca recebeu o governador Ricardo Coutinho e a delegação paraibana que se encontra em Cuba com objetivo de conhecer as oportunidades do país e iniciar relações comerciais com o país caribenho. O governador Ricardo Coutinho avaliou o encontro como um começo para estreitar as relações entre a Paraíba e Cuba.

“Estamos aprendendo sobre Cuba e plantando sementes para colhermos em forma de desenvolvimento lá na frente. Existem muitas semelhanças no povo, na música, na cultura, no clima, e espero que esse seja um bom começo de uma relação duradoura, efetiva e boa tanto para Cuba como para a Paraíba”, destacou Ricardo.

O interesse de Cuba nos calçados paraibanos animou os empresários do setor calçadista que integram a missão comercial Paraíba-Cuba, João Bosco Florêncio (Jotabê Indústria e Comércio de Calçados), Airton Figueirêdo (Indústria e Comércio de Calçados Jusceman), Eduardo Almeida Souto (Calçados Hawaí) e José Saad Filho (Samara Calçados Infantis).

Somente duas empresas brasileiras, uma delas as sandálias Havaianas, localizada na Paraíba, distribuem calçados para Cuba. De acordo com o ministro do Comércio Exterior, este é um grande momento para estreitar as relações entre Cuba e o Brasil, tanto pela atualização do sistema econômico como pelo crescimento da indústria de Cuba, e também pelas características similares com o Nordeste brasileiro.

Ele citou a necessidade de modernização para o melhor aproveitamento do setor sucroalcooleiro e tomou conhecimento que a Paraíba possui tecnologias nesse setor. Malmierca destacou o desenvolvimento da indústria farmacêutica de Cuba e a intensificação da transferência de tecnologia na área de saúde para o Brasil como, por exemplo, a medicação contra o pé-diabético. “Estaremos recebendo esta semana o ministro da Saúde do Brasil, Alexandre Padilha, e vamos construir uma parceria na área de saúde que beneficie os dois países”, ressaltou Malmierca.

Saúde – O governador Ricardo Coutinho demonstrou interesse na compra de medicamentos desenvolvidos pelo Centro de Biotecnologia de Cuba para tratamento de pé-diabético e câncer do pulmão. Ele destacou que as duas doenças registram grande incidência na Paraíba e a contrapartida desse investimento seria importante na redução do número de amputações e no tempo do tratamento do câncer de pulmão.

Turismo – Ricardo também defendeu o aumento do número de vôos diretos do Brasil para Cuba para estimular o turismo e as oportunidades entre os dois países. O ministro Rodrigo Malmierca destacou o crescimento do turismo em Cuba que este ano recebeu mais de 2 milhões de visitantes devido à boa infraestrutura de hotéis. Disse, entretanto, que é necessário aumentar o fluxo de turistas brasileiros com a inclusão de novos vôos diretos entre os dois países.

 

Empresários prospectam negócios e pretendem exportar

 

O empresário Airton Figueiredo, da indústria de calçados Jusceman, vê como uma possibilidade concreta da empresa voltar a fornecer calçados para Cuba. Os fatores culturais e a grande demanda de calçados no país justificam essa confiança no retorno dos negócios. Ele informou que sua empresa já exportou para Cuba, mas acabou deixando devido à queda do Real na época.

“Com a missão comercial estamos fazendo essa prospecção para retomar as vendas e distribuir aqui nossas linhas de calçados, além de ajudar outros empresários a seguirem o mesmo caminho. Estamos retomando contatos com os importadores cubanos e a perspectiva é muito boa”, explicou Airton Figueiredo.

O prefeito de Sousa e empresário Fábio Tayrone destacou que existe uma perspectiva de entrada de empresas paraibanas em Cuba e um mercado aberto para artigos produzidos na Paraíba como calçados, papel, tecnologias do setor sucroalcooleiro e na própria logística de distribuição de alimentos que é precária na ilha.

“A Paraíba ensaia essa parceria de maneira inédita com o próprio governador comandando uma delegação abrindo as portas dos ministérios e embaixada para que os empresários possam identificar as potencialidades de intercâmbio nas áreas de saúde, educação, agricultura e turismo”, completou.