João Pessoa
Feed de Notícias

Ministro garante liberar recursos do Projeto das Várzeas de Sousa

quinta-feira, 22 de outubro de 2009 - 16:55 - Fotos: 

O ministro Geddel Vieira Lima, da Integração Nacional, garantiu nesta quinta-feira (22) ao governador José Maranhão, que os recursos para continuidade das obras referentes ao Projeto de Irrigação das Várzeas de Sousa estão liberados. “Nos próximos dias, os recursos estarão disponíveis no Tesouro do Estado da Paraíba”, comemorou o governador paraibano, após a audiência.

O Projeto Várzeas de Sousa foi lançado pelo Governo do Estado da Paraíba em 1998, na primeira gestão de José Maranhão, com a finalidade de promover o desenvolvimento da região oeste do Estado, e situado entre os municípios de Sousa e Aparecida. Uma parceria entre o Governo Federal, através do Ministério da Integração Nacional, e o Governo do Estado, está viabilizando a implantação.

O governador lembrou que se trata de um projeto estruturante, cuja primeira etapa foi construída ainda no seu segundo governo e que vai gerar cerca de 50 mil empregos diretos e indiretos na região, a partir do pleno funcionamento da irrigação, além de um faturamento anual de R$ 850 milhões, que terá um fator multiplicador extraordinário. “A produção de alimentos nas Várzeas de Sousa vai gerar outros empreendimentos naquela cidade e demais municípios da região, e isso significa circulação de dinheiro e geração de empregos e renda”, observou.

Piscicultura – Além das Várzeas de Sousa, José Maranhão tratou com o ministro Geddel Vieira Lima da reabertura, para gestão do Governo do Estado, da Estação de Alevinagem do DNOCS na Paraíba, que está inativa. “O que pretendemos é iniciar imediatamente a produção de alevinos, que são importantes para povoar a lâmina d’água, que é muito grande na Paraíba, e assim oferecer emprego e renda aos pescadores e populações que de um modo geral vivem da pesca, embora não sejam pescadores profissionais”, explicou Maranhão.

Ele informou que “a recepção do ministro Geddel foi muito boa, e tanto num caso quanto no outro, o ministro se comprometeu em atender as reivindicações paraibanas”. Além dos recursos liberados para as Várzeas de Sousa, o ministro também concorda com a liberação da Estação de Alevinagem, “já que está paralisada e depois que assumir, o Estado vai colocar em funcionamento. O interesse é o mesmo, tanto do Estado quanto da União, nós temos parcerias constantes com o governo do presidente Lula e é claro que vamos acrescentar mais essa.

 

Sérgio Botelho, da Secom-PB em Brasília