João Pessoa
Feed de Notícias

Ministro da Integração garante liberação de R$ 27 milhões para PB

quinta-feira, 17 de fevereiro de 2011 - 16:40 - Fotos: 

O ministro da Integração Nacional, Fernando Bezerra Coelho, garantiu a liberação de recursos na ordem de R$ 27 milhões para projetos na área de defesa civil, como construção e manutenção de barragens e proteção da falésia do Cabo Branco. O ministro esteve reunido com o governador Ricardo Coutinho, na manhã desta quinta-feira (17), na Companhia de Desenvolvimento do Estado da Paraíba (Cinep/PB), em João Pessoa.

Os projetos foram apresentados ao secretário Executivo do Ministério, Alexandre Navarro, durante reunião realizada com o governador e a equipe técnica do Governo e do Ministério, no dia 28 de janeiro, em Brasília. Segundo o ministro serão liberados R$ 15 milhões ainda esse ano e mais R$ 12 milhões em 2012 para as obras. Os recursos são provenientes de recursos próprios do Ministério da Integração.

O governador Ricardo Coutinho ressaltou a importância de parceria com Governo Federal, “especialmente no momento em que a Paraíba atravessa um período financeiro desfavorável”. Segundo ele, é de extrema importância para o Estado a liberação de recursos que garantam a manutenção de barragens, perfuração de poços artesianos e recuperação da Falésia do Cabo Branco.

PAC – Segundo o ministro da Integração, a Paraíba também será beneficiada com recursos que fazem parte a segunda etapa do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC 2), como projetos ligados à transposição do rio São Francisco e à infraestrutura hídrica, à exemplo do projeto de Integração de Bacias (Vertente Litorânea da Paraíba) e construção da Barragem de Manguape para o abastecimento d’água.

Dentro desse programa, o Governo do Estado também apresentou pedidos para a inclusão de novos projetos, a exemplo da construção de cinco adutoras e da execução de obras de saneamento básico em 26 municípios que serão beneficiados com a transposição das águas do Rio São Francisco.

O governador também solicitou ao ministro a liberação de dois convênios para a aquisição de máquinas e equipamentos para cooperativas de mineração localizadas na região do Seridó.  

“Estivemos recentemente com técnicos do Banco Mundial, onde discutimos a nova política de irrigação nacional. Este será uma de nossas prioridades, seja na recuperação de infra-estrutura existente, seja com novos projetos. Da nossa parte, vamos dialogar com a presidenta Dilma Rousseff para que sejam destinados mais recursos para o Estado da Paraíba. Na próxima segunda-feira (21), ela deve assinar um projeto de reestruturação do Ministério da Integração, reforçando os projetos de irrigação, recuperação de barragens e criação de novas adutoras”, pontuou o ministro Fernando Bezerra.

Prioridades – De acordo com o futuro secretário de Irrigação Nacional, Ramon Rodrigues – que será apresentado pela presidente Dilma Rousseff no Encontro de Governadores do Nordeste, na próxima segunda-feira (21), em Aracaju – a ordem do Governo Federal é priorizar a recuperação da Várzea de Sousa e os projetos de irrigação do Piancó I e III, que além de ter sofrido inundações, conta com um convênio antigo, que não fora encerrado. Ele afirmou que, do ponto de vista institucional, é preciso formular um novo convênio que garanta a operacionalidade das obras.

“Ainda dentro do PAC 2 está a Integração do Brejo, com vistas ao aproveitamento das águas da Vertente Litorânea da Paraíba, além da construção da Barragem de Manguape. Estamos analisando os outros pedidos feitos pelo governador Ricardo Coutinho em conjunto com a Secretaria da Defesa Civil, que deve indicar a ordem de atendimento conforme a urgência dos pedidos, através de um processo de priorização”, enfatizou Ramon.


Clique aqui e confira Projeto PAC 2