Fale Conosco

8 de novembro de 2011

Ministério das Cidades contempla cinco municípios da Paraíba



A Paraíba conseguiu a aprovação de oito projetos no Ministério das Cidades, para a execução de obras de ampliação de abastecimento d’água e implantação de esgotamento sanitário, que vão contemplar mais de 123,6 mil habitantes de cinco municípios paraibanos. Serão investidos R$ 129,9 milhões, oriundos da segunda etapa do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC II).

O município de Areia será contemplado com obras de ampliação do sistema de abastecimento d’água e de esgotamento sanitário, que representam um investimento de R$ 28 milhões. Nas obras de ampliação do sistema de abastecimento d’água composto serão aplicados R$ 11,4 milhões para construção de uma estação de tratamento, duas estações elevatórias, dois reservatórios, implantação de 9.9 km de rede de distribuição, 10.3 km de adutora, 300 ligações residenciais, 3.6 km de substituição de redes, macromedição, micromedição e setorização da rede. O sistema visa atendimento de 100% até o ano final de 2031.

Os R$ 16,6 milhões restantes estão previstos para execução das obras de ampliação do esgotamento sanitário de Areia, com a construção de estações elevatórias, interceptores, estações de tratamento de esgoto, rede coletora, ligações domiciliares e emissários. Os serviços proporcionarão que o índice cobertura passe de 27% para 90%.

Já o município do Conde receberá R$ 2,7 milhões para ampliação do sistema de abastecimento e outros R$ R$ 29,2 milhões para implantação do esgotamento sanitário no distrito de Jacumã. Estão previstas obras de construção de uma estação elevatória, 5.3 km de adutora de água tratada, 2.2 km de susbstituição de rede, macromedição, micromedição e setorização da rede coletora, ligações residenciais, estações elevatórias, emissários e estação de tratamento de esgoto.

Para o município de Itabaiana estão previstos R$ 3,3 milhões, que vão ser investidos na ampliação do sistema de abastecimento d’água, com a construção de um reservatório de distribuição de água (200m³) na parte alta da cidade (zona IV), 2.9 km de adutora de água tratada, que transportará a água entre o reservatório (R-1/existente), através da elevatória nova a construir e o reservatório a ser construído de 200 m³, 18 km de rede de distribuição, 507 ligações residenciais e reabilitação de unidades operacionais.

O município de Lucena ganhará esgotamento sanitário e a ampliação do seu sistema de abastecimento d’água, com investimentos da ordem de R$ 37,7 milhões, dos quais R$ 30,9 milhões serão aplicados na implantação da rede de esgotos, que também prevê a construção de rede coletora, ligações prediais, estações elevatórias de esgotos, emissários e estação de tratamento de esgoto.

Os R$ 6,8 milhões restantes serão destinados à ampliação da oferta d’água das praias de Costinha, Fagundes e Gameleira, com os serviços de captação por dois poços tubulares profundos, construção de 2.9 km de adutoras, tratamento por desinfecção, um reservatório apoiado de 600 m³ e um reservatório elevado de 250 m³, 33.2 km rede de distribuição, 1.449 ligações prediais, 1.9 km de substituição de redes de água, macromedição, micromedição e setorização da rede de distribuição de água.

O município de Mamanguape também foi contemplado com obras de ampliação do sistema de abastecimento d’água, representando investimentos da ordem de R$ 29 milhões. Serão construídos 21.5 km de rede de distribuição, 2.148 ligações prediais, 23.2 km adutora, uma estação elevatória, um reservatório elevado de 500 m³, um estação de tratamento de água – ETA, 4.5 km de substituição de rede, macromedição, micromedição e setorização da rede.

O Ministério das Cidades divulgou, nesta terça-feira (8), a lista final de propostas selecionadas que contemplam municípios com população inferior a 50 mil habitantes (Grupo 3). Foram selecionadas 134 propostas no valor de empréstimo de R$ 1,127 bilhão, beneficiando 125 municípios em 13 unidades da federação.

O presidente da Companhia de Água e Esgoto da Paraíba (Cagepa), Deusdeth Queiroga, informou que o Governo do Estado está aguardando a divulgação do resultado da seleção dos 50 projetos encaminhados à Funasa, que já fez a pré-seleção de 38 projetos paraibanos no âmbito do PAC II.