Fale Conosco

26 de junho de 2009

Miniaturas de flores fazem sucesso no Salão do Artesanato



Com uma grande diversidade de produtos artesanais expostos e sendo comercializados, e um movimentado setor de gastronomia com comidas e bebidas típicas da Paraíba, o 10º Salão Paraibano de Artesanato, que acontece no Campina Auto Shopping, em Campina Grande, apresenta uma novidade neste ano: o estande com flores ornamentais em miniaturas.

Produzidas pela Associação de Desenvolvimento Sustentável Macaco Furnas, no município de Areia, 123 km da Capital, conhecidas como Flores Vila Real, fazem parte do Projeto Flores do Brejo. Elas chamam a atenção dos visitantes do Salão do Artesanato pelo seu tamanho, diversidade de espécies e beleza.

O projeto de plantas ornamentais Flores do Brejo, que tem apoio do Governo do Estado, do Sebrae e de outros parceiros, é desenvolvido nos municípios de Areia, Pilões e Serraria. Iniciado no ano de 2005, o projeto é conduzido por um grupo de jovens que, estimulados pela Universidade Federal da Paraíba (UFPB), campus de Areia, ainda encontra dificuldades para avançar com a possibilidade de geração de renda para as oito famílias que atuam nesta atividade.

A presidente da Associação, Elisângela de Lima Alves, disse que a procura pelas flores é grande, mas, segundo elas, enfrentam dificuldades de fazer com que estas cheguem aos centros comerciais. A prefeitura municipal é quem ajuda no deslocamento. “Por isso comercializamos apenas nas feiras livres e durante alguns eventos, como este Salão de Artesanato, mas poderíamos atender a outros mercados, e com isso aumentar a renda familiar. A produção de flores mudou a vida da comunidade rural”, comentou.

Trabalhando com duas estufas, conseguidas a partir de um convênio entre a UFPB e o CNPq, o grupo também teve acesso a treinamento gerencial oferecido pelo Sebrae. “A exemplo do projeto de Flores de Pilões, também esperamos contar com o apoio do Cooperar para ampliar a nossa atividade”, afirmou Marta dos Santos Lima, integrante da associação.

As flores cultivadas são crisântanos, rosas, boca de leão, begônia, cactos, pimenta ornamental e outras, também em miniaturas cuidadosamente trabalhadas em vasos.
 

José Nunes, da Secom-PB