João Pessoa
Feed de Notícias

Meta de vacinação é eliminar a raiva humana em cinco anos na América Latina

quinta-feira, 21 de setembro de 2017 - 12:29 - Fotos:  Secom-PB

O Governo da Paraíba, através da Secretaria de Estado da Saúde (SES), vem intensificando os preparativos para a Campanha Nacional de Vacinação Antirrábica, cujo Dia D será em 21 de outubro próximo. Na quarta-feira, 20, vacinadores e coordenadores de vigilância epidemiológica se reuniram em Patos para tratar do assunto. O coordenador do Núcleo de Zoonoses da SES, Francisco de Assis Azevedo, conduziu o encontro.

O coordenador enfatizou bastante a importância da campanha de vacinação, apresentou dados sobre a situação epidemiológica da raiva na Paraíba e Brasil; como os municípios estão diante o anseio do Ministério da Saúde para a ação de imunização, que terá o envolvimento de todos. Também houve análise do histórico das coberturas vacinais de cada município.

Assis comentou que ano a ano vem melhorando a cobertura vacinal e com isso há a certeza que a raiva está diminuindo nessas espécies animais e reflete também na ausência de casos humanos, que na Paraíba faz 18 anos que não há nenhuma confirmação de raiva humana transmitida por cães.

“Apesar de o foco ser a campanha contra raiva, doença transmitida ao homem através dos animais infectados, outras patologias preocupam o Núcleo de Zoonoses, como a leishmaniose, acidentes por animais peçonhentos, leptospirose, enfim, trabalhamos com todas as zoonoses de relevância em saúde pública”, explica Assis.

A meta é vacinar todos os cães e gatos a partir dos três meses de idade. O coordenador do Núcleo de Zoonoses diz que existe a preocupação do Ministério da Saúde e dos países da América Latina, para erradicar a raiva humana transmitida por cães, nos próximos cinco anos.