Fale Conosco

1 de setembro de 2009

Médicos, enfermeiros, assistentes sociais e nutricionistas participam de treinamento até esta quinta



Trinta e cinco profissionais do Hospital da Unimed – entre obstetras, pediatras, fisioterapeutas, enfermeiros, assistentes sociais, psicólogos e nutricionistas – iniciaram o treinamento ‘Promovendo e Incentivando a Amamentação em Hospitais Amigo da Criança’ na manhã desta terça-feira (1º). A capacitação será ministrada até a quinta-feira (3) por técnicos da Gerência Operacional de Alimentação e Nutrição da Secretaria de Estado da Saúde (Goan/SES).

A secretária-executiva da SES, Lourdinha Aragão, elogiou a iniciativa da unidade, e disse que não seria uma tarefa fácil para quem já é referência na qualidade do atendimento aos seus usuários. “A partir de hoje, o Hospital da Unimed entra numa disputa saudável para conseguir o título ‘Amigo da Criança’. Com o envolvimento e a vontade de todos será possível conseguir e ostentar um título que tem um reconhecimento internacional”, destacou.

Na ocasião, ela lembrou que o hospital tem o posto de coleta de leite humano que mais capta alimento em João Pessoa, com 60 litros/mês, colaborando com a política de incentivo ao aleitamento da SES, e isso, já é um passo importante para a conquista da comenda.

Critérios e etapas – A nutricionista e avaliadora da Goan/SES, Ana Maria Alves Neves, disse que para conseguir o título ‘Amigo da Criança’, é necessário que os candidatos cumpram algumas etapas, iniciando com a solicitação à SES para concorrer ao título, como também, a realização do treinamento para mudar a conduta e rotina da unidade.

Em seguida, é criada uma comissão interna com os profissionais para fazer o monitoramento das condutas. Depois disso, a unidade precisa criar as suas normas para incentivar o aleitamento materno.

Segundo Ana, no último dia da capacitação, os profissionais da SES entregam um questionário de auto-avaliação à unidade que deverá utilizá-lo nas novas adaptações. Quando o questionário tiver sido cumprido e preenchido com as normas é enviado para a SES que envia um avaliador a fim de checar se tudo foi devidamente cumprido. O próximo passo  é a avaliação global do Ministério da Saúde que envia duas pessoas, sendo uma do próprio Estado, que não tenha participado do treinamento, e a segunda, residente em outro Estado brasileiro.

Reconhecimento – “Se tiver cumprido todos os passos e critérios, o Ministério da Saúde credencia a unidade que receberá a comenda de representantes do Programa Nacional de Incentivo ao Aleitamento Materno do MS e Unicef, na presença de autoridades locais, representantes da Sociedade de Pediatria e de Ginecologia, universidades e membros da comunidade”, disse a nutricionista da Goan/SES.

O ingresso de uma unidade de saúde na rede ‘Hospital Amigo da Criança’ significa um reconhecimento mundial ao trabalho desenvolvido pela instituição, passando a constituir um ponto de referência, não só para a comunidade como também para outros hospitais, podendo servir de local de estágio e treinamento de equipes multiplicadoras.

Além disso, a portaria número 1113 do Ministério da Saúde, de junho de 1994, permite ao ‘Hospital Amigo da Criança’ vinculado ao SUS receber 40% a mais sobre atendimentos no pré-natal e 10% sobre a assistência ao parto.

Para Ana Neves, a média de tempo para a conquista do título depende do empenho dos profissionais de cada unidade. “Desde que começamos a treinar as unidades em 1995, o tempo mínimo alcançado foi de 6 meses e o máximo de 2 anos. Tem hospital na Paraíba que desde essa época, com três treinamentos, não conseguiram ainda a certificação”, lembrou.

Além da secretária Lourdinha Aragão, participaram da mesa de abertura do treinamento, a gerente-executiva de Ações Programáticas e Estratégicas da SES, Juliana Soares; a diretora-geral do Banco de Leite Humano Anita Cabral, Socorro Amaro; o gestor assistencial do Hospital da Unimed, José Calixto Filho; a coordenadora de enfermagem da unidade, Ozenilda Lima de Sousa; a coordenadora de obstetrícia do hospital, Maria das Neves Bezerra, e a coordenadora do setor Materno Infantil da unidade, Josiane Venâncio.
 

Da Assessoria de Imprensa da SES-PB