Fale Conosco

8 de setembro de 2011

MEC aprova piloto de livro digital produzido pela Funad



O Ministério da Educação e Ciência (MEC) aprovou a produção do Livro Digital Acessível à Pessoa com Deficiência Visual produzido na Paraíba pela Fundação Centro Integrado de Apoio ao Portador de Deficiência (Funad), através do Centro de Apoio Pedagógico e Atendimento à Pessoa com Deficiência Visual (CAP). O projeto do livro, formatado em áudio, faz parte das ações da Política Nacional de Educação Especial na Perspectiva da Educação Inclusiva.

Segundo a responsável pela produção, a pedagoga Jovânia Freires Campos, a intenção do MEC é incentivar a produção e distribuição de livros acessíveis, além de disponibilizar recursos tecnológicos no atendimento a alunos que utilizam sistemas, códigos e linguagens específicas.

“O trabalho foi realizado a partir da obra indicada pelo MEC, dos livros ‘Uma Proposta para o Letramento’, do 6º ao 9º ano, da autora Magda Soares. Aqui na Paraíba o livro piloto foi produzido pela equipe do CAP com o apoio da Coordenadoria de Atendimento ao Deficiente Visual da Funad e já foi aprovado pelo Ministério da Educação”, frisou a pedagoga.

Jovânia informou ainda que ‘Livro Digital Acessível à Pessoa com Deficiência Visual’ já se encontra nos arquivos do MEC, mas só pode ser acessado através de uma solicitação feita à CAP, por meio da escola ou instituição que deseja adotar o livro. Após a confirmação, é feito um download do arquivo, que é gravado em CD e disponibilizado para instituição requerente.

A iniciativa é uma parceria entre o Governo do Estado da Paraíba e o Governo Federal com o objetivo de garantir a escolarização e a oferta do atendimento especializado às pessoas com deficiência dos mais de 180 alunos matriculados nas escolas públicas no Estado.