Fale Conosco

7 de outubro de 2011

MDS libera mais R$ 11,9 milhões para o programa Leite da Paraíba



Em 2012, o Governo da Paraíba projeta aumentar o valor dos recursos destinados ao Programa do Leite. A Fundação de Ação Comunitária (FAC) está realizando um mapeamento das demandas nos municípios. O valor do convênio atual com o Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS) é de R$ 120 milhões, sendo R$ 93 milhões do ministério e R$ 27,5 milhões de contrapartida do Governo Estadual. Na última quarta-feira, o MDS repassou mais uma parcela ao Estado, de R$ 11,9 milhões.

Nos 223 municípios paraibanos, são distribuídos, por dia, 120 mil litros de leite a famílias carentes. Desses, 13 mil litros são de leite de cabra – a Paraíba é o maior produtor de leite caprino do país. Atualmente, 26 laticínios fornecem leite ao Governo, que o distribui por meio de 522 pontos. Só em Campina Grande há 82 pontos de distribuição; em João Pessoa, mais 57; em Sousa, oito; em Patos, dez, entre outros municípios.

O Programa do Leite é executado pela Fundação de Ação Comunitária (FAC), sob a supervisão da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Humano (SEDH).  A presidente da FAC, Denise Albuquerque, revelou que os R$ 11,9 milhões já estão sendo utilizados para o pagamento dos fornecedores de leite. “O Estado já liberou todas as parcelas. Ao MDS, falta liberar a última parcela do ano, no mês de novembro”, disse.

Contra a fome – De acordo com Denise, em breve, mais 37 municípios passarão a receber, também, fubá, totalizando os 223. “Cada família tem direito a 20 pacotes de fubá por mês. O Governo do Estado também quer inserir mais produtores de leite de cabra no programa, e o MDS tem interesse em financiar essa aquisição”, ressaltou.

Ela revelou que o objetivo do programa é promover a melhoria da qualidade de vida das famílias de baixa-renda, por meio de ações de combate à fome e à desnutrição infantil. O programa também beneficia os pequenos produtores de leite do Semiárido paraibano, que têm a garantia da compra de sua produção por um preço justo. O leite é pasteurizado em laticínios e transportado aos pontos de distribuição.

Nas cidades de João Pessoa, Bayeux, Santa Rita, Cabedelo e Cuitegi, as famílias cadastradas no programa recebem pão e leite. Em outros 186 municípios as famílias carentes inscritas recebem leite e fubá. Os produtos são distribuídos pela manhã ou à tarde, de acordo com a decisão das comunidades beneficiárias. Na Capital, a distribuição é feita pela Prefeitura que fez parceria com o Governo Estadual.