João Pessoa
Feed de Notícias

Marcela Sitônio busca parcerias com empresas públicas e privadas

quinta-feira, 12 de novembro de 2009 - 21:24 - Fotos: 

Uma força-tarefa foi criada para reformar o prédio da Associação Paraibana de Imprensa (API), localizado na Rua Visconde de Pelotas, Centro de João Pessoa. Representantes da Superintendência de Obras do Plano de Desenvolvimento da Paraíba (Suplan), do Conselho Regional de Engenharia, Arquitetura e Agronomia da Paraíba (Crea/PB) e do Instituto de Arquitetos dos Brasil, seção Paraíba (IAB/PB) assinaram na tarde de quinta-feira (12) um convênio para a produção do projeto arquitetônico do imóvel.

Após a conclusão dos trabalhos, com o projeto em mãos, a presidente da API, Marcela Sitônio, pretende buscar parcerias com empresas públicas e privadas para conseguir os recursos necessários ao custeio das obras. Ela destacou que o imóvel precisa, com urgência, de uma restauração. Ele é histórico e está em péssimas condições estruturais e não oferece condições dignas de sediar os trabalhos relacionados à imprensa. “O prédio não é tombado, mas pertence a um trecho do Centro Histórico. Por isso, o projeto precisa conservar a estrutura original”, destacou.

Histórico e moderno – A presidente do IAB/PB e também vice-presidente do Crea/PB, Cristina Evelise, explicou que, apesar do tombamento, será possível inserir no projeto arquitetônico da associação traços de modernidade e contemporaneidade. Cristina adiantou que a primeira providência dos arquitetos e engenheiros que farão o trabalho será consultar o Instituto do Patrimônio Histórico Artístico e Cultural da Paraíba (IPHAEP) para saber quais os tipos de intervenções permitidas pela legislação.

“Já fizemos algumas visitas e percebemos que a arquitetura do local está descaracterizada. Após consultas ao IPHAEP, iremos elaborar o projeto, mas acredito que será possível respeitar a legislação e tornar o prédio num ambiente agradável e com ares de modernidade”, declarou a arquiteta.

Sensibilidade do governo – O projeto será feito em parceria com a Suplan, que irá ceder técnicos e materiais necessários para a elaboração do projeto. “A API é uma entidade de grande importância para a sociedade e não poderíamos deixar de ajudá-la. Ficamos sensibilizados com os problemas nas instalações do prédio e resolvemos firmar parcerias para resolver essas dificuldades”, afirmou Gilson Frade, superintendente da Suplan.

O presidente do Sindicato da Construção Civil da Paraíba (Sinduscon/PB), Irenaldo Quintans, também afirmou que a categoria tem o interesse em auxiliar na reforma da API. “Sem a imprensa não haveria democracia no país. Basta dizer isso para mostrar a importância da API para a sociedade. Por isso, o Sinduscon está à disposição para ajudar no que for preciso”, enfatizou.         

Nathielle  Ferreira, com fotos de Evandro Pereira