Fale Conosco

30 de novembro de 2010

Maranhão visita Trauma de CG e anuncia inauguração para o dia 21



O governador José Maranhão marcou para o dia 21 de dezembro a inauguração do Hospital de Emergência e Trauma de Campina Grande. No final da manhã desta terça-feira (30), acompanhado do secretário da Saúde, José Maria de França, e de outros auxiliares do Governo, ele fez uma visita de inspeção às obras de conclusão do hospital e avaliou o que viu de forma positiva.

“Nós fazemos uma avaliação positiva da visita. Não nos surpreendeu porque nós estávamos fazendo permanentemente o acompanhamento e tínhamos absoluta consciência e ciência das obras e agora depois dessa visita podemos marcar a data da inauguração para o dia 21 de dezembro”, declarou. E ressaltou: “As pessoas de bom senso sabem perfeitamente, pelo caráter de responsabilidade que eu procuro imprimir a todos os meus atos, que jamais eu inauguraria um hospital que não estivesse devidamente equipado e pronto para servir à população”.

O governador José Maranhão percorreu os diversos setores do Hospital de Emergência e Trauma de Campina Grande, que já estão equipados, em sua maioria. O secretário José Maria de França informou que apenas os setores de esterilização, lavanderia e cozinha estão com um pequeno atraso. “E isso nós podemos concluir nos próximos dez dias e poderemos fazer a entrega do hospital dentro do critério e da responsabilidade técnica e administrativa”, destacou.

José Maria observou que o Governo José Maranhão tem moral e know how para entregar um hospital deste porte, uma vez que já inaugurou o Hospital de Emergência e Trauma de João Pessoa, além de outros de menor porte, a exemplo dos de Itapororoca e Queimadas.

Após a visita ao hospital de Campina Grande, o governador José Maranhão seguiu para o município de Taperoá, onde também fez uma inspeção às obras do hospital local e de outras que estão sendo executadas pelo governo. Na próxima sexta-feira (3), ele visitará as obras dos hospitais de Sumé e Monteiro e na terça-feira (7) os municípios de Picuí e Pombal.

REFERÊNCIA

O Hospital de Emergência e Trauma de Campina Grande será uma referência no Nordeste. Na obra foram investidos R$ 100 milhões, sendo R$ 44,3 milhões na construção e R$ 55 milhões em equipamentos. A unidade terá capacidade de disponibilizar atendimento a 1,9 milhão de paraibanos (52% da população do Estado), incluindo Agreste e Borborema (70 municípios) e Cariri e Sertão (mais 88 cidades) totalizando 158 municípios.

O Hospital dispõe de 242 leitos, sendo 30 de UTI (adulto, pediátrica e de queimados); área construída de 22 mil metros quadrados. O estacionamento tem capacidade para 516 vagas. Há ainda heliponto, clínica médica, clínica cirúrgica, clínica ortopédica e traumatológica, clínica pediátrica e traumatológica, além de clínicas especializadas em oftalmologia, otorrinolaringologia, neurologia e buco-maxilofacial, centro cirúrgico com seis salas, sala para pequenas intervenções cirúrgicas de emergência, centro de diagnóstico, laboratórios de hematologia, bioquímica, microbiologia, líquor e parasitologia/análise.

Cleane Costa, com fotos de Walter Rafael, da Secom