João Pessoa
Feed de Notícias

Maranhão viabiliza cursos superiores para Pedras de Fogo e Guarabira

quarta-feira, 11 de novembro de 2009 - 19:44 - Fotos: 

Os estudantes de Pedras de Fogo e Guarabira terão até o final de 2010 cursos superiores federais como opção para continuar seus estudos após a conclusão do nível médio. No caso de Pedras de Fogo, a opção pelo ensino federal vai incluir também cursos técnicos profissionalizantes, com a instalação de um Instituto Federal de Ensino Tecnológico (IF-PB). Em Guarabira, haverá um campus avançado da Universidade Federal da Paraíba (UFPB).

Tudo isso foi sinalizado positivamente nesta quarta-feira (11), pelo ministro da Educação, Fernando Haddad, ao governador José Maranhão, durante audiência da qual participaram também os deputados federais Manoel Junior e Wilson Santiago; o reitor da UFPB, Rômulo Polari; o deputado estadual Ranieri Paulino, o ex-governador Roberto Paulino e o secretário de Articulação Governamental da Paraíba, Anselmo Castilho, no Ministério da Educação, em Brasília (DF).

Instalações – Durante a audiência, o deputado Manoel Junior e o ex-governador Roberto Paulino informaram ao ministro a disponibilidade naqueles municípios de prédios onde poderão funcionar as novas instituições de ensino superior. Em Pedras de Fogo já existe, segundo Manoel Junior, uma edificação nova especificamente construída pela prefeitura local para funcionar uma escola técnica, que vai ser disponibilizado para o IF.

Em Guarabira, a prefeitura deve transferir os estudantes do Caic para outro prédio, também construído pela edilidade, permitindo a sua (do Caic) utilização para funcionamento do campus da UFPB.

Segundo definiu o ministro Fernando Haddad, até o final deste ano ele deve convocar o reitor João Batista, do IF-PB, e o próprio reitor Rômulo Polari, da UFPB, para definirem os procedimentos ligados ao projeto de implantação do ensino superior em Pedras de Fogo, e do campus da UFPB, em Guarabira. Até o final deste ano, conforme o ministro, mais de 100 novos Institutos Federais de Ensino Tecnológico estarão sendo entregues em todo o País.

Sérgio Botelho, da Secom-PB em Brasília