João Pessoa
Feed de Notícias

Maranhão inaugura Centro para ressocializar adolescentes

segunda-feira, 28 de dezembro de 2009 - 19:07 - Fotos: 
O governador José Maranhão inaugura às 10h desta terça-feira (29), o Centro Educacional do Jovem (CEJ) da Paraíba, unidade de ressocialização vinculada à Fundação Desenvolvimento da Criança e do Adolescente (Fundac), localizada na Avenida Santa Barbara, s/n, no conjunto Cidade Universitária, próximo à Secretaria de Segurança Publica e da Defesa Social (SEDS), em João Pessoa. O órgão é referência na área de internamento no Nordeste.

A solenidade de inauguração será coordenada pelo presidente da Fundac, Diamantino da Silva Lima. O Governo do Estado investiu exatos R$ 2.274.816,63 na obra, que foi realizada em duas etapas: primeiro, foram construídos os setores administrativo e o de internamento, e agora serão entregues as dependências de atendimento.

Com capacidade para atender 60 jovens com idades entre 18 e 21 anos que cumprem medidas sócio-educativas por infrações cometidas durante a adolescência, o Centro tem uma arquitetura moderna com salas de aulas, computação, recreação, cozinha, refeitório, área de lazer, quartos para três e seis internos, consultórios médico e dentário e enfermaria, tudo atendendo às normas estabelecidas pelo Estatuto da Criança do Adolescente e o Sinase.  

Mudança total – A construção é a realização de um projeto de ressocialização para os jovens que durante anos cumpriram as medidas estabelecidas pela Justiça em quartos improvisados no antigo Centro de Triagem do Adolescente (Cetrim), localizado no Bairro de Jaguaribe.

Agora nas novas instalações, eles têm a oportunidade de resgatar os valores perdidos por causa do uso das drogas ou a prática de crimes. A primeira medida é o retorno às salas de aulas com acompanhamento de psicólogos e professores que avaliam o rendimento escolar dos internos, para que depois do cumprimento das medidas o boletim seja encaminhado aos colégios.   

Cidadania – No Centro, os jovens também participam de cursos profissionalizantes com o objetivo de resgatar a cidadania através da capacitação da mão de obra. A unidade também conta com profissionais das áreas de saúde e psicossocial: são quatro psicólogos, quatro assistentes sociais, três enfermeiros, um médico e um dentista que prestam serviços ambulatoriais. Já os casos que necessitam de internação são encaminhados para as unidades de saúde municipais e estaduais, onde os adolescentes ganham prioridade nos atendimentos.

Desde que foram transferidos do Cetrim para o Centro Educacional do Jovem em João Pessoa, nenhuma ocorrência foi registrada entre os jovens da unidade que hoje conta com 47 internos.

Gice Gláucia Araújo, da Assessoria de Imprensa da Fundac