João Pessoa
Feed de Notícias

Maranhão entrega UTI Neonatal e reforma de serviços no Edson Ramalho

sexta-feira, 11 de dezembro de 2009 - 15:51 - Fotos: 
O governador José Maranhçao inaugura nesta segunda-feira, no Hospital da Polícia Militar General Edson Ramalho (14), a Unidade de Terapia Intensiva (UTI) Neonatal, em João Pessoa. Na solenidade, que será realizada às 10h, será feita a entrega da reforma do Centro de Obstetrícia na sala de Pré-Parto e no posto da enfermaria. Já o setor de Odontologia passou a funcionar com três consultórios novos. A inauguração da UTI Neonatal e reforma nos setores fazem parte das comemorações dos 40 anos de fundação da unidade de saúde.

A reforma e ampliação dos setores foram feitos com recursos próprios para atender a grande demanda de pacientes de João Pessoa e das cidades do Interior, que procuram pelos serviços. O complexo hospital atende por mês, em média, seis mil pessoas nas diversas especialidades médicas. A instituição é de médio porte, mantida com recursos do Governo do Estado e do Sistema Único de Saúde (SUS). Trabalham na instituição 800 funcionários (entre policiais militares e civis da área de saúde).   

Na unidade de saúde funcionam os serviços de urgência e emergência (pacientes com qualquer tipo de dor), maternidade (parto, curetagem e laqueadura), otorrinolaringologia (reabilitação auditiva), urologia (vasectomia), oftalmologia (cirurgia de catarata e transplante de córnea), fisioterapia e odontologia, dispondo também de uma brinquedoteca destinada às crianças e uma capela. Realiza, ainda, exames laboratoriais, radiologia, eletroencefalograma, eletrocardiograma, endoscopia digestiva, ultrassonografia e colonoscopia.

Neonatal - A UTI Neonatal foi construída no governo de Maranhão, mas nunca foi inaugurada. O setor permaneceu fechado durante os últimos seis anos. Com a proposta de colocar para funcionar e reativar todos os setores do hospital, a nova diretoria resolveu colocar em funcionamento a UTI Neonatal. “Só conseguimos recuperar 20% dos equipamentos que foram comprados, na época, pela Secretaria de Estado da Saúde. Precisamos adquirir novos equipamentos para colocar a UTI em funcionamento”, explicou a diretora-geral coronela Emília Farias.

Com a recuperação e compra dos equipamentos, o setor vai funcionar com 10 incubadoras, um berço aquecido, quatro fototerapias e cinco ventiladores pulmonares modernos para monitorar os bebês. Também foram instalados equipamentos de ar comprimido e oxigênio ao lado de cada incubadora. O novo serviço vai garantir atendimento imediato aos prematuros que necessitam de cuidados especiais após o nascimento.

Com a ampliação na sala de Pré-Parto, o setor passa a atender com sete leitos separados por divisórias que proporcionam mais conforto e segurança às gestantes que chegam para iniciar o trabalho de parto. Todas as mudanças ocorridas na maternidade seguem os padrões exigidos pelo Ministério da Saúde, através de uma equipe multidisciplinar e equipamentos adequados. Ainda dentro dessa proposta de adequar melhor o setor foi construído um novo posto de enfermagem nas proximidades da UTI Neonatal. Atualmente, a maternidade atende 250 mulheres por mês, em média.

Atendimento – Já para o setor de Odontologia foram adquiridos três consultórios novos (cadeiras, mesas e equipamentos de iluminação), além de ampliar os atendimentos aos usuários do SUS. Agora, os serviços passam a ser oferecidos nos turnos da manhã, tarde e noite, com uma equipe de 14 dentistas que realizam todos os tipos de reabilitação dentária em crianças e adultos.

Reconhecido – O Hospital da Polícia Militar General Edson Ramalho demorou 13 anos para ser construído. Em 1957, no governo de Pedro Gondim, foi lançada a pedra fundamental iniciando a construção. A inauguração ocorreu em 30 de novembro de 1969, no governo de João Agripino Maia. Ao completar 30 anos, em 1999, a maternidade recebeu o título de Hospital Amigo da Criança concedido pelo Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef) por incentivar o aleitamento materno.

A nova gestão tem como missão oferecer atendimento de qualidade aos pacientes que procuram pelos serviços. “O trabalho humanizado deve começar na porta de entrada do hospital. Por isso, mensalmente realizamos um trabalho de educação continuada, através de palestras e cursos sobre técnicas e inovações na área de saúde”, comentou diretora.

Atendimentos realizados por mês no Hospital
maternidade, em média, 250 gestantes
no setor de urgência e emergência mais de seis mil pessoas
no setor odontológico, média de 150 pacientes
70 transplantes de córnea (nos últimos nove meses)
340 aparelhos auditivos foram distribuídos nos últimos seis meses

Realizações da gestão atual
Reforma no Centro Obstétrico (UTI Neonatal, um novo posto de enfermagem e sala de Pré-Parto); Reestruturação física e tecnológica do Setor de Radiologia e Laboratório de Análises; Implantação do novo sistema de refrigeração para atender ao Centro de Tratamento Intensivo (CTI), Centro Cirúrgico e Maternidade; Iniciada a informatização em rede de toda a unidade hospitalar; Reforma no auditório e implantação do Centro de Educação Permanente (CEP); Instalação de um novo gerador de energia da rede elétrica alta; Implantação e entrega do fardamento para todos os funcionários; Ações de promoção à saúde do policial militar, através de visitas aos postos de trabalho em João Pessoa; Reforma no Setor Odontológico, com aquisição de novos equipamentos.

Localização: o Hospital da Polícia Militar General Edson Ramalho está localizado na Rua Eugênio de Lucena Neiva, s/n, no bairro Jardim Treze de Maio, em João Pessoa.

 

Gledjane Maciel, da Secom