Fale Conosco

29 de maio de 2009

Maranhão cumpre extensa agenda na região de Sousa, neste sábado



O governador José Maranhão cumpre neste sábado (30), na cidade de Sousa, uma extensa agenda com inauguração do Núcleo da Defensoria Pública e do Procon Estadual; visita as obras das Várzeas de Sousa, anuncia o lançamento do edital de licitação para a reconstrução da Ponte do Boi Morto e ainda participa da missa em Ação de Graças pelos 100 dias do Governo, quando vai assinar a ordem de serviço para reconstrução da Igreja de Nossa Senhora do Rosário.

O primeiro compromisso do governador está marcado para as 9h quando, acompanhado da defensora pública geral do Estado, Fátima Lopes Correia Lima, inaugura o Núcleo da Defensoria Pública com o Procon Estadual, na Rua Fausto Meira, em Sousa.

O imóvel onde vai funcionar o Núcleo estava abandonado, com problemas nas instalações elétricas e hidráulicas. O prédio estava locado há dois anos e nesse período permaneceu sem nenhuma destinação, até ser adequado às necessidades da Defensoria. A defensora Fátima Correia disse que foram investidos R$ 28.800 na reforma e recuperação do prédio. O órgão estava funcionando em um imóvel alugado.

O atendimento no Núcleo da Defensoria, além dos moradores de Sousa, será extensivo as populações de Aparecida, Santa Cruz, Vieirópolis, Marizópolis, São José de Lagoa Tapada, São Francisco e Lastro, oferecendo todos os serviços da Defensoria e do Procon.

Reconstrução da igreja – Em seguida, governador e comitiva se dirigem para a Igreja de Nossa Senhora do Rosário, onde acontece a Missa em Ação de Graças pelos 100 dias de Governo e ao mesmo tempo a assinatura da ordem de serviço para a reconstrução de parte daquele templo, com a recuperação de segunda torre e do telhado, além da amarração das duas torres. O serviço impedirá possíveis danos no futuro, incorporando as modificações na fachada.

O projeto de conservação, restauração e reconstrução da igreja de Sousa é do arquiteto Raglan Gondim, coordenador de arquitetura e ecologia do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico do Estado da Paraíba (Iphaep). A obra vai custar R$ 1.013.691,08. A Superintendência do Plano de Desenvolvimento do Estado da Paraíba (Suplan) será responsável pelo acompanhamento do serviço, sob a orientação dos técnicos do patrimônio estadual. A empresa que vai efetivar a obra, e que venceu a licitação do Estado, é a Marques Engenharia Ltda.

Canal da Redenção – Após a ordem de serviço para a reconstrução da igreja, o governador visita o Projeto Várzeas de Sousa, quando vai determinar a retomada das obras, que foram iniciadas no Governo Maranhão II.

Canal da Redenção, como identificado inicialmente o Projeto Várzeas de Sousa, tem o objetivo levar água da Barragem de Mãe d’Água para irrigar as terras do município de Sousa, beneficiando também Aparecida, localizada a 10 quilômetros dali, com 37 quilômetros de extensão.

Nova ponte – O último compromisso do governador acontece às margens do rio do Boi Morto, onde lançará o edital para licitação da reconstrução da ponte que liga Aparecida às cidades de São Francisco, Santa Cruz e a divisa com o Estado do Rio Grande do Norte, pela cidade de Alexandria.

A ponte do Boi Morto está localizada na rodovia estadual PB-359 e foi destruída pelas chuvas ocorridas em todas as regiões do Estado durante os meses de abril e maio do ano passado.

Com recursos na ordem de R$ 1.477.974,42, a ponte a ser reconstruída terá uma extensão de 60 metros. Os recursos foram conseguidos pelo Governo do Estado junto ao Ministério da Integração Nacional.

Cardoso Filho, da Secom